Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Enem: segundo dia de provas começa tranquilo

Os portões da Uninove unidade da Barra Funda abriram às 11h50, sem a grande fila de participantes adiantados de sábado

O segundo dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) começou tranquilo e sem a grande fila de participantes adiantados de sábado. Os portões da unidade da Barra Funda da Uninove, em São Paulo, abriram às 11h50 deste domingo. Kevillyn Reis Cardoso, de 17 anos, era uma das candidatas que já aguardava sentada na porta da universidade.

Ela pretende usar a nota do Enem para estudar Nutrição no ensino superior e apenas não decidiu em qual faculdade pretende tentar o vestibular. A estudante afirmou que estava tranquila para a prova de hoje e que preferiu não corrigir o caderno de respostas do primeiro dia. “Eu poderia ficar triste se visse algo fora do que espero para o meu desempenho na prova, não queria que refletisse no exame de hoje”, disse. Sobre o tema da redação, ela acredita que o assunto pode estar relacionado ao meio ambiente.

Já Damily Nóbrega, de 45 anos, e Caroline Pereira de Jesus, de 29 anos, esperavam a abertura dos portões juntas na Uninove, conversando sobre assuntos diversos para tentar driblar o nervosismo. As duas fazem parte de um projeto de inserção social da prefeitura de São Paulo para transsexuais, o Transcidadania. O programa deu oportunidade para que elas concluíssem o Ensino Médio e se preparassem num curso intensivo específico para o Enem.

Damily Nóbrega, de 45 anos, e Caroliny Pereira de Jesus, de 29 anos Damily Nóbrega, de 45 anos, e Caroline Pereira de Jesus, de 29 anos

Damily Nóbrega, de 45 anos, e Caroline Pereira de Jesus, de 29 anos (Ricardo Matsukawa/VEJA.com)

Damily pretende usar a nota obtida no Enem para cursar Direito, enquanto Caroliny está prestando a prova somente para testar os seus conhecimentos. As candidatas apostaram que o tema da redação pode estar relacionado com a questão dos refugiados ou com algum assunto de tecnologia.

As provas do Enem terminam neste domingo para 8,3 milhões de estudantes. Serão cinco horas e meia de prova para resolver 90 questões de múltipla escolha de linguagens e matemática e ainda fazer a redação – etapa mais temida do teste. Os portões devem ser fechados pontualmente às 13 horas. Não serão tolerados atrasos pela organização.

No fim do dia, o site de VEJA  exibirá o gabarito extraoficial da prova, com as questões do exame resolvidas pelos professores do Anglo Vestibulares. O gabarito oficial da prova será divulgado até a quarta-feira (28).