Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Estudo aponta cinco características dos bons alunos

Eles driblam a bagunça dos colegas e 'aprendem a aprender', mostra levantamento de pesquisador do Instituto Cambridge para Estudos Brasileiros

Por que alunos que frequentam a mesma escola e têm aulas com os mesmos professores obtêm desempenho escolar diferente? Para tentar esclarecer essa questão, o antropólogo James Ito-Adler, presidente do Instituto Cambridge para Estudos Brasileiros, entrevistou 24 estudantes do 1º ano do ensino médio em três estados brasileiros.

SIMULADO ENEM 2013 – ON-LINE E GRATUITO: INSCREVA-SE JÁ!

Leia também:

“Avaliação pobre conduz à aprendizagem pobre”

Protagonismo dos diretores de escola ainda é ignorado

Alunos fazem prova toda semana na cidade com melhor rede municipal de ensino

Embora não tenha valor estatístico, a pesquisa, realizada entre março e junho deste ano, foi a fundo na conversa com os estudantes, em entrevistas que duraram horas. O produto do levantamento ajuda a compreender a diferença de performance. Por exemplo: estudantes que possuem boas notas, em geral, sabem lidar melhor com a bagunça dos colegas em sala de aula, “aprenderam a aprender”, dominam a internet, planejam o futuro e recebem motivação dos pais.

A pesquisa foi encomendada pelo Instituto Positivo, organização sem fins lucrativos voltada à promoção da educação, e teve caráter qualitativo. Isso significa que seu resultado não é válido para toda a população brasileira. Mas suas observações trazem insights que podem ajudar pais e educadores.

Para o estudo, os estudantes foram divididos em três grupos, conforme o desempenho obtido em avaliações: baixo, médio e alto. Confira a seguir diferenças apontadas entre alunos de alto e baixo desempenhos:

Leia também:

“Avaliação pobre conduz à aprendizagem pobre”

Protagonismo dos diretores de escola ainda é ignorado

Alunos fazem prova toda semana na cidade com melhor rede municipal de ensino