Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Transporte marítimo de minério de ferro na Austrália é retomado

PERTH, 18 Mar (Reuters) – As operações de transporte em Port Hedland, na Austrália, foram retomadas depois que um ciclone tropical passou pelo cinturão de minério de ferro de Pilbara e perdeu força ficando abaixo da intensidade de ciclone e se dirigiu para o interior do país no domingo.

Port Hedland, o maior terminal de minério de ferro da região, ficou fechado para ancoragem durante 66 horas, e o porto por um total de 52 horas devido ao ciclone tropical Lua. O ciclone cruzou a costa a cerca de 100 quilômetros ao norte, em uma área pouco povoada no sábado à tarde.

“As condições melhoraram a um nível que permite a ancoragem ser reaberta às 10 horas (horário local), com vistas à primeira entrada no porto e sua reabertura por volta de 12 horas”, afirmou a Autoridade do Port Hedland, em comunicado.

A segunda e a terceira maiores mineradoras da Austrália, BHP Billiton e Fortescue Metals Group, exportam através de Port Hedland.

O instituto de previsão do tempo rebaixou no domingo a previsão de ciclone, que chegou em terra com ventos de até 270 km/por hora, para um alerta de mau tempo na área de garimpos no interior norte do país. São esperados ventos de 100 km/hora e chuvas fortes.

As autoridades estão avaliando os danos causados pelo ciclone.

“Temos apenas escassos relatos de danos nesta fase”, disse o gerente de Serviço de Incêndio e Emergência Les Hayter.

Preocupações com o abastecimento de minério de ferro por causa do furacão, juntamente com os ganhos recentes nos preços do aço chinês, ajudaram a impulsionar os preços do minério de ferro para os índices mais elevados em quase quatro meses, na sexta-feira.

A Austrália é atingida regularmente por ciclones no verão e frequentemente plataformas de petróleo e gás offshore são obrigadas a suspender suas operações.

(Reportagem de Morag MacKinnon)