Clique e assine a partir de 9,90/mês

Tire suas dúvidas sobre o escândalo do Cruzeiro do Sul

O site de VEJA preparou um questionário para tirar dúvidas sobre a fraude no banco e o motivo da prisão de seus controladores

Por Ana Clara Costa e Talita Fernandes - 27 out 2012, 15h00

Nos últimos dias, voltou à tona um caso que parecia parcialmente elucidado: o do banco Cruzeiro do Sul. Na última segunda-feira, a prisão de dois controladores do banco, Luis Felippe e Luis Octavio Índio da Costa, pai e filho, deu início a uma nova fase de investigações. Não bastassem as fraudes e irregularidades verificadas pelo Banco Central na gestão da instituição financeira, os controladores tentaram ainda movimentar bens e recursos à revelia da Justiça, já que eles haviam sido bloqueados logo após a intervenção do BC. Devido à tentativa frustrada, a prisão preventiva de ambos foi decretada. Luis Octavio foi preso na sede da Polícia Federal em São Paulo e depois transferido ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Pinheiros. Luis Felippe foi mantido em prisão domiciliar, no Rio de Janeiro, por ter mais de 80 anos de idade. Tirando a detenção dos chefões, sobram semelhanças entre o caso Cruzeiro do Sul e o do banco PanAmericano, também vítima de fraudes por parte de seus controladores. O site de VEJA preparou uma série de perguntas & respostas para explicar o que diferencia ambos e o papel do Banco Central nesse contexto.

Publicidade