Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Mercado espera recessão ainda pior em 2016

Analistas reduzem as estimativas de crescimento para este ano e para o próximo; previsão para cotação do dólar no fim de 2016 sobe pela terceira vez seguida

Por Da redação - Atualizado em 28 nov 2016, 09h04 - Publicado em 28 nov 2016, 09h01

Os analistas de mercado pelo Banco Central estimam que o crescimento da economia será de 0,98% em 2017. O dado é do Boletim Focus divulgado nesta segunda-feira. Esta é a sexta semana seguida de baixa nas estimativas para o PIB do ano que vem. Na semana anterior, a estimativa era de 1%.

As previsões para 2016 também caíram, de -3,40% para -3,49%, na oitava semana seguida de baixa. O IBGE divulgará o PIB do terceiro trimestre nesta quarta-feira.

Em relação ao dólar, a estimativa para a cotação no ano teve a terceira semana seguida, para 3,35 reais, ante 3,30 no boletim divulgado anteriormente. Atualmente, a moeda americana vale em 3,428 reais, segundo a cotação do fechamento de sexta-feira apurada pelo Banco Central.

A estimativa para o índice oficial de inflação neste ano, o IPCA, também recuaram de 6,80% para 6,72%. Neste ano, a meta definida pelo governo é de 4,5%, mas há uma tolerância de dois pontos porcentuais. A previsão para o ano que vem segue inalterada, em 4,93%, dentro da margem definida para o período. O centro da meta para 2017 é de 4,5%, mas a tolerância é de 1,5 ponto percentual.

Publicidade