Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Conta de luz ficará mais barata em dezembro

Cobrança adicional na bandeira amarela, por causa acionamento de termelétricas mais caras, vai ser retirada por causa da melhora das condições hidrológicas,

Por Da redação 25 nov 2016, 19h08

As contas de luz deixarão de ter cobrança adicional em dezembro. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu nesta sexta-feira, 25, que as faturas de energia voltam a ter a bandeira verde no próximo mês. Com essa decisão, o consumidor deixará de pagar 1,50 real a mais para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos, valor que foi cobrado em novembro em razão da bandeira amarela.

  • A melhora nas condições hidrológicas permitiu o desligamento das termelétricas mais caras, que foram acionadas no mês passado. De acordo com a Aneel, o custo da térmica mais cara para abastecer o País no próximo mês será de 169,54 reais por megawatt-hora (MWh). Quando o custo de geração supera 211,28 reais por MWh, é preciso acionar a bandeira amarela.

    Entre abril e outubro deste ano, vigorou a bandeira verde, que não traz custo adicional nas contas de luz. Em novembro, a piora nas condições hidrológicas, principalmente em razão da seca no Nordeste, levou ao acionamento da bandeira amarela, que acrescenta 1,50 real a mais nas contas para cada 100 kWh consumidos.

    Em março deste ano, também vigorou a bandeira amarela. Antes disso, durante todo o ano passado e em janeiro e fevereiro, vigorou a “bandeira vermelha”, que adiciona entre 3,00 reais e 4,50 reais a cada 100 kWh consumidos, dependendo da quantidade de termelétricas necessárias para suprir o País. O sistema de bandeiras é atualizado mensalmente pela Aneel.

    (Com Estadão Conteúdo)

    Continua após a publicidade
    Publicidade