Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Inflação na zona do euro desacelera para 0,5% em maio

Índice de preços ao consumidor estava em 0,7% em abril. Riscos de deflação devem fazer BCE agir nesta semana

A inflação na zona do euro desacelerou para 0,5% em maio, na comparação anual, um movimento inesperado que eleva os riscos de deflação e dá mais motivos para o Banco Central Europeu (BCE) agir nesta semana. Economistas esperavam que o índice de preços ao consumidor permanecesse no nível de abril, quando subiu 0,7%. Os dados foram publicados pela agência de estatísticas da UE, a Eurostat, nesta terça-feira.

“O BCE não precisa de qualquer outro motivo para apresentar um novo pacote de medidas de estímulo na reunião de política de junho. As medidas ajudaram a conter o risco da inflação muito baixa, que já perdura por tempo, tornar-se deflação”, disse Howard Archer, economista-chefe da consultoria IHS Global Insight.

Leia mais:

Espanha vai anunciar plano de 6,3 bilhões de euros

PIB da zona do euro no 1º tri decepciona e sobe só 0,2%

Produção industrial da zona do euro cai inesperadamente em março

Fontes disseram à Reuters no mês passado que o BCE estava preparando um pacote de opções de política para sua reunião desta quinta-feira, incluindo cortes em todas as suas taxas de juros e medidas direcionadas com o objetivo de aumentar o empréstimo a pequenas e médias empresas.

Em um sinal da lenta recuperação econômica, dados separados da Eurostat mostraram que o desemprego no bloco caiu levemente para 11,7% em abril ante 11,8%, mas ainda perto da máxima recorde de 12% registrada há um ano.

(com agência Reuters)