Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

GM oferecerá US$ 1 mi para cada vítima de acidente por defeito na ignição dos veículos

Montadora também se predispôs a pagar US$ 300 mil para os cônjuges que sobreviveram

A General Motors (GM) oferecerá 1 milhão de dólares para cada vítima fatal de acidentes relacionados à falha na chave de ignição, que resultou no recall de 2,6 milhões veículos. Segundo as condições estabelecidas pelo fundo de indenização e anunciadas pelo advogado da montadora, Kenneth Feinberg, a empresa também propõe o pagamento de 300 mil dólares para os cônjuges sobreviventes e a mesma quantia para o responsável por cada vítima do acidente, além de compensações financeiras e tratamento médicos para aqueles que sofreram algum tipo de lesão.

O recall aconteceu somente dez anos após a identificação da falha na chave ignição, que pode ser alterada da posição “mover” e afetar a direção hidráulica, freios e airbags dos veículos. A GM relatou treze mortes em acidentes vinculados ao problema, mas funcionários do governo norte-americano acreditam que o número de vítimas fatais pode ser ainda maior. Com isso, a montadora atualmente passa por uma investigação devido à demora convocar os veículos com risco, mesmo tendo conhecimento da situação há dez anos.

Leia mais:

GM diz que chave de ignição com defeito foi fabricada na China

GM anuncia recall de 3,36 milhões de carros nos Estados Unidos

GM recebe multa de US$ 35 milhões por recall tardio

Segundo a GM, reclamações podem ser apresentadas entre 1 de agosto a 31 de dezembro. No início de junho, a empresa admitiu que atuou de forma inaceitável, com incompetência e negligência, após funcionários da montadora ocultarem a falha em milhões de veículos. “Durante mais de uma década, o pessoal da GM falhou em buscar, compartilhar ou coletar conhecimento, e esse fracasso teve graves consequências”, informou a companhia em relatório.

(com agência France-Presse)