Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Fraqueza da economia global ainda deprime Bovespa

Por Da Redação
6 mar 2012, 11h11

Por Olívia Bulla

São Paulo – As preocupações sobre as perspectivas de crescimento econômico global ainda estremecem os mercados financeiros e devem continuar reverberando na Bovespa hoje. O Ibovespa abriu em queda de 1,50%, abaixo dos 66 mil pontos. A tensão com o resultado da troca da dívida grega também deixam os negócios em alerta, enquanto os números em linha do PIB brasileiro em 2011 não definem as apostas sobre o tamanho do corte na Selic, amanhã.

O estrategista-chefe da SLW Corretora, Pedro Galdi, diz que a tônica do pregão desta terça-feira seguirá norteada pela fraqueza da economia ao redor do mundo. A zona do euro, por exemplo, registrou contração de 0,3% no quarto trimestre do ano passado ante o trimestre imediatamente anterior, mas houve uma alta de 1,4% no acumulado de 2011.

Aqui no Brasil, o PIB cresceu 0,30% ao final do trimestre passado, na margem, e aumentou 1,40% em relação ao quarto trimestre de 2010. Em 2011, o PIB do País teve aumento de 2,7%. Os resultados ficaram em linha com os analistas consultados pelo AE Projeções. Em valores, a economia brasileira somou R$ 4,143 trilhões.

Continua após a publicidade

“O PIB aqui veio fraco como esperado e reflete a crise que ocorre lá no velho continente”, avalia Galdi, da SLW. Para ele, o desempenho da economia doméstica não deve alterar os rumos do Banco Central na condução da política monetária brasileira e o Comitê de Política Monetária (Copom) deve promover mais um corte de 0,50 ponto porcentual na taxa básica de juros, a Selic.

Além disso, a agenda econômica esvaziada no exterior hoje não deve abrir qualquer brecha para os mercados. “A Bolsa abre em queda e deve ficar volátil”, comenta o profissional da SLW, acrescentando que a direção ao longo do dia vai depender do humor dos investidores nas praças internacionais.

Por enquanto, o sinal negativo prevalece em Wall Street e na Europa. Para o analista gráfico da Ágora Invest, Daniel Marques, o ponto de atenção do Ibovespa situa-se abaixo dos 64 mil pontos, marca em que a atual tendência de alta poderia ser ameaçada. Entretanto, o nível dos 65 mil pontos é importante. Ainda assim, ele ressalta que ainda não é o momento para se falar em mudança de tendência e qualquer queda da Bolsa abre espaço para compras.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.