Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Focus: Mercado vê crescimento maior no ano e inflação mais fraca

Economistas revisaram as projeções para o PIB em 2018 de 2,70% para 2,80%; expectativa é de que o IPCA chegue ao fim do período em 3,81%

O mercado financeiro aumentou a projeção para o Produto Interno Bruto (PIB) em 2018, de 2,70% para 2,80%. Os dados são do Boletim Focus divulgado nesta segunda-feira pelo Banco Central. Há um mês, a perspectiva estava em 2,70%. Para 2019, os economistas mantiveram a previsão em 3,0%.

A estimativas de inflação medida pelo IPCA neste ano foram reduzidas pela terceira semana consecutiva, passando de 3,84% para 3,81%. Há um mês, a projeção dos analistas era de 3,95%. Já para o índice de 2019, permaneceu em 4,25%, mesmo porcentual de quatro semanas atrás.

O centro da meta para a inflação em 2018 definida pelo governo é de 4,5%, com margem de tolerância de 1,5 ponto porcentual – ou seja, vai de 3,0% a 6,0%. Para 2019, o objetivo central é de 4,25%, e também há  margem 1,5 p.p (de 2,75% a 5,75%).

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou, no início de fevereiro, que o IPCA de janeiro subiu 0,29%. O resultado ficou abaixo do que esperava o mercado financeiro. Em 12 meses, a taxa acumulada é de 2,86%.

O ritmo fraco de alta nos preços tem levado o Copom, do Banco Central, a reduzir os juros. A Selic está em 6,75%, e a aposta do mercado é de que a taxa encerrará o ano neste patamar, segundo o Focus.