Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Empresas de Eike têm prejuízo de R$ 1 bilhão em 2011

O ano passado foi o de pior desempenho para as companhias 'X'

Por Da Redação
28 mar 2012, 11h22

As seis companhias de capital aberto do bilionário brasileiro Eike Batista – LLX Logística, MMX Mineração, MPX Energia, OGX Petróleo, OSX Brasil e Portx – contabilizaram prejuízo acumulado de 1,02 bilhão de reais em 2011 (veja quadro abaixo). Os cálculos são da consultoria Economática.

O ano passado foi o de pior desempenho para as empresas de Eike. Até então, o maior prejuízo registrado pelo grupo havia sido apurado em 2010, de 448,0 milhões de reais – menos da metade do valor apurado no ano seguinte.

prejuízos das empresas de Eike Batista
prejuízos das empresas de Eike Batista (VEJA)

De acordo com os balanços referentes ao ano passado, a OGX Petróleo é a empresa com maior prejuízo, de 482,2 milhões de reais. A MPX Energia, com perdas de 408,6 milhões de reais, é a segunda na lista dos prejuízos. A OSX Brasil foi a única das seis a registrar lucro, de 7,6 milhões de reais.

Entre 2006 – quando as ações da MMX, primeira empresa do bilionário a abrir capital, estrearam na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) – e 2011, as perdas totais deram um salto de 988%.

Continua após a publicidade

O único ano em que as companhias de Eike Batista registraram lucro líquido foi em 2007, quando apenas LLX, MMX, MPX e OGX tinham capital aberto e eram listadas na Bovespa. Naquele ano, essas empresas registraram lucro acumulado de 825,1 milhões de reais.

A despeito dos números gerais ruins, o valor de mercado das seis empresas de Eike, conforme fechamento do pregão desta terça-feira, é de 72,37 bilhões de reais. A OGX Petróleo é mais valiosa, com 49,4 bilhões de reais.

Posicionamento – A assessoria de imprensa do grupo EBX – holding das empresas de Eike Batista – afirma que cifras negativas são normais em companhias em fase pré-operacional. Neste período, enquanto ainda não geram receita, há forte desembolso de recursos por conta dos investimentos. “O Grupo EBX esclarece que isso é comum em empresas pré-operacionais. Informa ainda que está investindo 15,5 bilhões de dólares entre 2011 e 2012, com geração de 20 mil postos de trabalho, em empreendimentos estruturantes para o país”, diz a holding em nota.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.