Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

China vai estimular empréstimo ‘equilibrado’ no país em 2010

Por Da Redação
23 dez 2009, 07h37

O Banco do Povo da China (PBOC, Banco Central do país) vai estimular as instituições financeiras a concederem empréstimos de maneira equilibrada e a evitarem grandes flutuações no crescimento do crédito em 2010, afirmou a autoridade monetária nesta quarta-feira.

O BC não especificou uma meta para o montante de novos empréstimos para o próximo ano em seu comunicado, que resumia a reunião trimestral de seu comitê. Os novos empréstimos em yuan atingiram níveis recordes na China este ano, como resultado de um grande gasto para estimular a economia.

O banco disse que a economia chinesa carece de impulso para uma recuperação sustentada, apesar da uma boa tendência geral de desenvolvimento, sinalizando uma necessidade urgente para reestruturação econômica. O BC reiterou que procura um equilíbrio entre um crescimento econômico rápido e estável, reestruturação da economia e gerenciamento das expectativas inflacionárias.

Exportação – A China vai manter políticas de estímulo à exportação, como descontos fiscais, em 2010, informou o Ministério de Comércio do país. Embora o ministério tenha dito que a economia está se recuperando, ele alertou contra um “otimismo cego”, afirmando que muitos problemas continuam e que será difícil para que a demanda externa volte aos níveis de antes da crise.

Continua após a publicidade

Desde o início da crise financeira, a China elevou seus descontos fiscais para exportadores sete vezes, e eliminou tarifas de exportação sobre alguns produtos.

Em 2010, a China também vai trabalhar para aumentar as importações, especialmente as de produtos de tecnologia avançada e de recursos que são escassos no país, disse o comunicado do ministério.

(Com Agência Estado)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.