Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Brasil e México empatam — também em competitividade

Segundo o indicador do Fórum Econômico Mundial, os dois países latino-americanos marcam 61% em competitividade, valor considerado baixo na comparação com nações desenvolvidas

Por Da Redação
17 jun 2014, 16h21

Não foi apenas o placar do jogo entre Brasil e México que deu empate na tarde desta terça-feira – a partida começou às 16 horas em Fortaleza. No quesito competitividade, o resultado também está empatado. Ambos marcam 61% no índice calculado pelo Fórum Econômico Mundial, número bem abaixo das nações desenvolvidas. No topo da lista estão outras nações que também jogam no Mundial: Suíça (81%), Alemanha e Estados Unidos (79%), e Holanda (77%).

O departamento de análise do Fórum também divulgou outros indicadores em que Brasil e México competem. Enquanto o país leva a melhor em igualdade de gêneros (70% ante 69% do México), perde para o adversário em abertura comercial – o indicador mexicano aponta 59%, enquanto no Brasil está em 54%.

Se no futebol a história mostra grande vantagem do Brasil em relação ao vizinho latino-americano, com 22 vitórias ante 10, o mesmo não pode ser dito dos indicadores econômicos. O país vem mantendo a inflação e os juros a níveis historicamente mínimos e implementando reformas importantes, como no setor de energia e educação. Como resultado, tem atraído investimento externo e se tornou o novo ‘queridinho’ da América Latina, tomando o lugar do Brasil.

Apesar de a economia mexicana ter crescido menos que a brasileira no ano passado (1,1% ante 2,5%), as perspectivas para 2014 são melhores: de 3%, enquanto no caso do Brasil, se mantém em 2,5%. Como resultado, a nota de crédito do país foi elevada, enquanto a do Brasil foi rebaixada pela Standard and Poor’s.

Continua após a publicidade

Leia também:

Congresso mexicano aprova reforma fiscal do governo

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.