Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Guru da arrumação, Marie Kondo dá dicas para evitar o burnout no trabalho

Em entrevista a VEJA, autora japonesa fala sobre como a organização do ambiente profissional pode aumentar a alegria e a produtividade

Por Gabriela Caputo 27 set 2022, 08h00

Prestigiosa guru da organização pessoal, a japonesa Marie Kondo ficou conhecida mundialmente por seu primeiro livro, A Mágica da Arrumação, no qual ensina o simples e eficaz método KonMari. A autora prega que a pessoa determinada a fazer uma faxina revitalizante nas tralhas acumuladas em casa deve se conectar com cada objeto que possui e perguntar se aquilo traz alegria – assim, saberá se deve ou não descartar o item. A premissa é que a atividade seja uma forma de alinhar também o espírito e, assim, alcançar a tão buscada plenitude na vida.

Marie foi parar até na Netflix, estrelando duas séries em formato de reality show focadas na arrumação da casa. No Brasil, os três títulos da autora publicados pela Editora Sextante somam 420.000 exemplares vendidos. O último deles, Alegria no Trabalho, estende o método de organização consagrado para casas ao ambiente profissional. Publicado neste ano no país, o livro foi escrito em parceria com o psicólogo organizacional americano Scott Sonenshein. Recheado de histórias reais e dicas práticas, o livro defende que uma mesa bem ordenada pode ser o primeiro passo para o sucesso. Em entrevista a VEJA, Marie explica o princípio e oferece conselhos ainda mais pertinentes na era do home office. Confira:

Quais as diferenças fundamentais entre organizar a casa e o ambiente de trabalho? As duas se sobrepõem. Um passo diferente e importante é garantir que o escritório seja um local onde você possa maximizar sua produtividade e manter as distrações baixas. Definir suas intenções e metas antes da jornada de arrumação também é um passo fundamental, pois ajudará a desenvolver o melhor espaço possível para trabalhar em direção aos seus maiores sonhos, todos os dias. 

Como a organização pessoal pode transformar a vida profissional de alguém, no longo prazo? Pode ajudar a encontrar mais alegria no ambiente de trabalho e um valioso senso de propósito, especialmente quando se trata de aliviar o estresse e a ansiedade. A desordem pode levar à insatisfação e a sentimentos de sobrecarga, portanto, removê-la de sua vida o deixará mais focado. A longo prazo, um ambiente de trabalho organizado e intencional irá prepará-lo para o sucesso.

A síndrome de burnout tem sido cada vez mais evidenciada. A organização pode ser uma ferramenta para remediá-la? Com certeza. Quando cercado por um espaço de trabalho bagunçado que pode estressar seu eu físico e mental, você está desempenhando apenas uma fração de sua capacidade. É preciso manter uma divisão clara entre o trabalho e a vida pessoal, para poder estar inteiramente presente em ambos. Definir limites e fazer pausas é crucial para evitar o esgotamento.

Como isso pode ser feito? Em média, gastamos menos da metade da nossa jornada de trabalho em nossas principais responsabilidades. O resto do tempo é ocupado por interrupções, tarefas não essenciais, e-mails e ligações. Deve-se reconhecer a diferença entre tarefas urgentes e importantes e certificar-se de que as urgentes não estão drenando todo o seu tempo e energia. Outra maneira de priorizar seu bem-estar mental é agendar um tempo de inatividade. Bloqueie janelas em seu calendário todas as semanas para desativar as notificações, dar um passeio, ou simplesmente sonhar acordado por um momento. Sua criatividade será restabelecida e seu cérebro ficará mais aguçado.

Com a pandemia, muitos passaram a experienciar o home office e dividem o espaço do lar com o de trabalho. Quais aspectos de organização são primordiais nesse novo cenário? Tenho algumas dicas e truques para trabalhar e viver alegremente em casa:
– Crie um refúgio organizado: identifique quais itens são cruciais para o trabalho e designe um local para eles. Remova tudo que não for necessário e adicione algo que desperte alegria quando você olhar. Eu, por exemplo, gosto de manter um pequeno vaso de flores frescas e uma foto da minha família.
– Sinalize o início do seu dia de trabalho, reservando um momento para se concentrar – eu toco um diapasão.
– Defina limites e faça pausas, ou seja, tenha um tempo para você longe de seus itens de trabalho. Não há vergonha em sair para respirar ar fresco por alguns momentos ou almoçar longe da tela do computador.
– Canalize gratidão: agende um horário durante o dia para simplesmente conversar com seus colegas de trabalho; a conexão com a equipe é vital para se manter energizado e engajado. As vídeo chamadas e mensagens trazem um elemento de calor humano à comunicação que às vezes pode se perder no e-mail. Faça um esforço para ver e ouvir seus colegas.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.