Clique e assine com até 92% de desconto

Enquanto Globo sofre com ‘Babilônia’, Record e SBT comemoram

Tramas tipo família das emissoras paulistas, 'Dez Mandamentos' e 'Carrossel' tiveram audiência média de 13 e 11,7 pontos no Ibope, respectivamente, nesta segunda

Por Da Redação 31 mar 2015, 16h42

Teresa, a personagem de Fernanda Montenegro em Babilônia, pode ter mandado um beijinho no ombro para as invejosas de plantão no capítulo desta segunda-feira, e com razão. Afinal, as demonstrações de afeto entre duas senhoras de 80 anos não deveriam provocar a fúria que se viu nas redes sociais nas primeiras semanas da novela. À parte essa questão, quem está mandando colares de beijos por aí são as concorrentes da Globo, Record e SBT, que comemoram os bons índices de audiência de suas tramas, enquanto a emissora carioca continua colhendo maus resultados com o principal produto da sua teledramaturgia.

LEIA TAMBÉM:

Casal de mocinhos de ‘Babilônia’ vai ter história copiada de outra novela

Vilã ninfomaníaca Beatriz pega o irmão de Regina

O déjà vu causado pela repetição de atores em ‘Babilônia’

‘Babilônia’: frase de Beatriz vira estampa de camiseta

‘É uma caça às bruxas’, diz Fernanda Montenegro sobre boicote a ‘Babilônia’

No ar entre 21h15 e 22h20, Babilônia marcou míseros 24 pontos nesta segunda-feira, número que a coloca no patamar de novelas menores da Globo, como a das sete, Alto Astral. Já a Record anuncia ter conquistado 13 pontos de média na Grande São Paulo das 20h28 às 21h21, com o folhetim bíblico Dez Mandamentos, e o SBT, 11,7 pontos de média entre 21h24 às 22h13, com Carrossel. Para as duas, os números são excelentes.

As novelas de SBT e Record podem ser consideradas “para a família”, e a de Silvio Santos, em especial, concorre diretamente com a da Globo. E Babilônia pode sem dúvida ser definida como uma trama mais adulta, de conteúdo controverso. Isso explica em parte a má situação do folhetim, mas apenas em parte. Assim como um beijo gay, que aliás já não é novidade, não justifica a fúria que eclodiu nas redes. Há outros pontos que fragilizam Babilônia, como uma mocinha perfeitinha e histórias repetidas de outras novelas.

Continua após a publicidade
Publicidade