Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

#VirouViral Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Duda Monteiro de Barros
Como surgem e se espalham os assuntos mais comentados da internet
Continua após publicidade

O estranho ato anti-STF em que um grupo bate continência em frente à Havan

Manifestação convocada pelo grupo Nas Ruas em Araçatuba, interior de SP, tem participantes marchando ao som de Hino do Exército e viraliza nas redes sociais

Por Da Redação
Atualizado em 30 jul 2020, 19h18 - Publicado em 18 nov 2019, 17h01

Uma manifestação convocada em Araçatuba para protestar contra ministros do Supremo Tribunal Federal, em especial para pedir o impeachment de Gilmar Mendes, viralizou nas redes sociais depois de um comportamento um tanto quanto inusitado dos manifestantes.

Convocação feita pelo grupo Nas Ruas para protesto em frente à Havan, em Araçatuba (Reprodução/Reprodução)

Durante o protesto, que reuniu dezenas de pessoas, um grupo começou a marchar, batendo continência, em fila, ao som do Hino do Exército (Nós somos da pátria a guarda / fiéis soldados / por ela amados / nas cores de nossa farda / rebrilha a glória, / fulge a vitória).

Além disso, o grupo se colocou em frente ao carro de som em posição de sentido e prestando continência. Como o ato ocorria em frente à loja da Havan na cidade, em algumas imagens ficou parecendo que os manifestantes faziam a saudação militar para a réplica da Estátua da Liberdade que compõe as fachadas das lojas do empresário Luciano Hang, um notório defensor do presidente Jair Bolsonaro nas redes sociais.

Continua após a publicidade
(Reprodução/Reprodução)

Os vídeos e fotos foram repostados por vários perfis, a maioria em tom de piada com a cena incomum, a maioria ironizando Araçatuba e os habitantes da cidade ou relatando “vergonha alheia” – outros, como a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP), postaram apenas para relatar mais uma concentração de brasileiros contra Gilmar Mendes e o STF.

Continua após a publicidade

O caso mobilizou alguns famosos, como o rapper Marcelo D2 e a cantora Zélia Duncan, que também ironizaram o ato.


(Reprodução/Reprodução)
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.