Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

VEJA Gente

Por Valmir Moratelli
Notícias sobre as pessoas mais influentes do mundo do entretenimento, das artes e dos negócios
Continua após publicidade

O motivo da briga pública entre Betty Faria e a filha Alexandra Marzo

A veterana atriz é acusada de ‘oferecer álcool’ e levar a neta a boates noturnas

Por Valmir Moratelli Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 10 Maio 2024, 08h43 - Publicado em 9 out 2023, 09h30

Alexandra Marzo, filha de Betty Faria com o ator Cláudio Marzo, que morreu em 2015, expôs em seu perfil nas redes sociais, a briga que há com a mãe, a quem chama de “sociopata”. Tudo por causa da neta de Betty, Giulia Butler, filha de Alexandra. A coluna soube que é Betty quem arca com os custos de vida da menina. Na quinta-feira, 5, Betty levou a neta, com quem mora há anos, à abertura do Festival do Rio, no Odeon. Alexandra não gostou de ver fotos das duas juntas.

“Há muito tempo me mantenho calada perante as injustiças e calúnias proferidas pela minha progenitora à justiça e à imprensa. Desde 2012, venho enfrentando um sofrimento inominável e monstruoso. Nasci em uma família tóxica, extremamente disfuncional, com mãe sociopata. Esta dor me levou a uma pesquisa e estudos profundos sobre psique humana, milhares de sessões de psicanálise, tratamentos de cura da criança interior ferida e, assim, fui pouco a pouco resinificando toda minha infância, adolescência e vida adulta junto a esta família. Minha filha foi e continua sendo usada pela avó para tudo o que lhe for conveniente, como fazem todos os que possuem transtorno do espectro narcisista/sociopata. Não existe amor nessas pessoas, apenas cobiça, competição, inveja e muita raiva. Minha filha começou a ser levada pela avó, em 2012, para festas noturnas quando tinha apenas 11 anos de idade. A verdade do que ocorreu naquele ano vou contar agora pois não aguento mais ouvir mentiras sobre a minha vida: Eu disse para a minha mãe que a Giulia não iria mais dormir na casa dela aos finais de semana porque ela insistia em levar uma criança para as baladas dela, onde ofereceu álcool para a neta. O que escutei do outro lado da linha foi um silêncio e o telefone se desligando. Narcisistas não conversam, só fazem monólogos. 15 dias depois, recebo um telefonema de um advogado dizendo que eu estava sendo intimada na justiça por impedir que a avó pudesse ver a neta. Distorção da realidade, mentira, advogados comprados. Eu vivi um filme de terror que durou mais de 10 anos. Basta!”, desabafou Alexandra.

 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.