Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

VEJA Gente

Por Valmir Moratelli Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Notícias sobre as pessoas mais influentes do mundo do entretenimento, das artes e dos negócios
Continua após publicidade

O maior problema da comunidade LGBTQIAPN+ no Brasil

Advogada Samantha Dufner lança livro sobre direitos da diversidade

Por Valmir Moratelli Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO , Giovanna Fraguito Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 15 Maio 2024, 23h34 - Publicado em 28 jun 2023, 11h00

Advogada e pesquisadora, Samantha Dufner reúne no livro Famílias multifacetadas (ed. Revista dos Tribunais)) os avanços da jurisprudência sobre novos modelos familiares. Na obra recém-lançada, afirma que a jurisprudência já avançou em favor da comunidade no Brasil, a fim de assegurar dignidade, cidadania e direitos fundamentais. “O maior problema está no preconceito e na discriminação social. É em razão de um juízo de valor desarrazoado que a sociedade estigmatiza as minorias sexuais, criando estereótipos negativos. O preconceito gera exclusão nos ambientes sociais, provoca a evasão escolar, impede o acesso ao trabalho, gera a violência de gênero e em razão da orientação sexual. Exemplo disso, a expectativa de vida de pessoas trans, que é de apenas 35 anos de idade”, explica.

Dufner aponta que o governo Bolsonaro (PL) esvaziou intencionalmente as pautas dos direitos humanos, das minorias sexuais, da comunidade LGBTQIAPN+ e das mulheres. “Tratava-se de projeto de governo para asfixiar esses grupos pela omissão deliberada do poder executivo, prova disso a completa ausência de programas sociais e políticas públicas no setor. A consequência dessa omissão resultou no aumento da violência”.

A especialista avalia que o combate ao preconceito se faz pela educação e conscientização da população, incluindo as pautas em políticas públicas e programas sociais de acolhimento e educacionais. “A Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, a maior do mundo, contou com o discurso de apoio do vice-presidente Geraldo Alckmin. É momento propício para políticas públicas de combate à homotransfobia. Também, a representatividade de diversos grupos sociais minoritários nos ministérios e pastas do governo federal podem construir um diálogo importante com o poder legislativo, visando à costura e aprovação de um Estatuto da Diversidade Sexual, de Gênero e Interseccional tirando a comunidade LGBTQIAPN+ da invisibilidade jurídica”.

 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.