Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Tela Plana

Por Kelly Miyashiro
Críticas e análises sobre o universo da televisão e das plataformas de streaming
Continua após publicidade

Racismo e abuso: o ruidoso doc sobre bastidores tóxicos da Nickelodeon

'Quiet on Set', do Discovery ID, relata crimes de pedofilia e discriminação racial que vitimaram atores de séries produzidas por Dan Schneider

Por Kelly Miyashiro Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 9 Maio 2024, 10h32 - Publicado em 8 fev 2024, 18h04

O ID (Investigation Discovery) lançará o documentário Quiet on Set: The Dark Side of Kids TV (Silêncio no Set: O Lado Sombrio de TV Infantil, em tradução direta), que revela alegações de abuso sexual, pedofilia e racismo nos bastidores de séries teen do canal Nickelodeon. No centro das acusações está o showrunner Dan Schneider, responsável por sucessos dos anos 1990 e 2000 como O Show de Amanda, Zoey 101, Brilhante Victória, Drake & Josh, iCarly e Sam & Cat — as produções lançaram nomes conhecidos como Amanda Bynes, Jamie Lynn Spears (irmã de Britney Spears), Jennette McCurdy, Kenan Thompson, Miranda Cosgrove e Victoria Justice.

Dividido em quatro partes e previsto para estrear em 17 de março, o documentário dirigido por Mary Robertson e Emma Schwartz entrevista ex-funcionários e ex-atores da Nickelodeon, que acusam situações envolvendo discriminação racial, além da presença de pedófilos nos bastidores e tratamentos abusivos de Schneider.

Roteiristas de O Show de Amanda, Jenny Kilgen e Christy Stratton expõem alegações de um ambiente tóxico e sexista na sala de roteiro do programa estrelado por Amanda Bynes. Integrante do elenco de Zoey 101 que já havia protestado contra a Nickelodeon no passado, Alexa Nikolas oferece informações inéditas sobre o que aconteceu com ela nos bastidores. A série inclui ainda depoimentos emocionados de pais de membros do elencos que tentaram defender seus filhos nesses sets.

Dan Schneider foi ator mirim até virar produtor e queridinho da Nickelodeon ao criar formato de séries voltadas a adolescentes e protagonizadas por adolescentes. Em 2018, o produtor-executivo e a empresa encerraram seu contrato após 25 anos em meio a uma investigação de conduta do funcionário feito pela ViacomCBS, controladora da Nickelodeon, que alegou comportamento abusivo com colegas de trabalho. “Após muitas conversas sobre os próximos rumos e oportunidades futuras, a Nickelodeon e nosso parceiro criativo de longa data Dan Schneider/Schneider’s Bakery concordaram em não estender o acordo atual”, disse a rede de TV a cabo em um comunicado emitido na época.

Continua após a publicidade

Em 2021, em entrevista ao The New York Times, Schneider declarou ser exigente no trabalho, mas negou as acusações de que teria agido de forma inadequada em qualquer momento. “Eu não teria amizades duradouras e lealdade contínua de tantas pessoas respeitáveis ​​se tivesse maltratado meus atores de qualquer idade, especialmente os menores”, disse ele.

Quiet on Set é produzida pela Maxine Productions e Sony Pictures Television e Business Insider. A produção estreará em duas noites no ID em 17 e 18 de março, mas ainda não tem data de exibição no Brasil.

Confira o trailer:

Continua após a publicidade

Acompanhe notícias e dicas culturais nos blogs a seguir:

Tela Plana para novidades da TV e do streaming
O Som e a Fúria sobre artistas e lançamentos musicais
Em Cartaz traz dicas de filmes no cinema e no streaming
Livros para notícias sobre literatura e mercado editorial

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.