Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Tela Plana

Por Kelly Miyashiro
Críticas e análises sobre o universo da televisão e das plataformas de streaming
Continua após publicidade

Abusador, canibal: doc expõe acusações contra astro Armie Hammer

House of Hammer: Segredos de Família, disponível no Discovery+, traz depoimentos e mensagens reveladoras sobre o caso

Por Marcelo Canquerino Atualizado em 4 jun 2024, 12h18 - Publicado em 4 set 2022, 08h00

O Natal de 2019 parecia como qualquer outro para a empresária Courtney Vucekovich. Foi durante esta época, numa ida a um bar com os amigos em Dallas, no Texas, que a jovem conheceu o ator Armie Hammer. A relação começou com mensagens pelo Instagram e evoluiu de forma rápida: já em março de 2020, os dois passavam horas ao telefone diariamente trocando confidências. O conto de fadas, porém, se transformou em pesadelo quando o príncipe encantado pôs as garras de fora. Abusos psicológicos, agressões sexuais e até canibalismo são alguns exemplos do que Courtney afirma ter passado nas mãos de Armie no documentário House of Hammer: Segredos de Família, disponível no Discovery+ em três episódios.

Armie Hammer Falls

Alto, bonito, de olhos claros e sorriso sedutor, o ator de 36 anos não teve problemas para ocupar o posto de galã em Hollywood. Ele vivia uma ascen­são fulminante após o sucesso de Me Chame pelo Seu Nome, filme de temática gay de 2017 que protagonizou ao lado de Timothée Chalamet. No início de 2021, uma série de acusações mudaria sua sorte. Várias mulheres vieram a público acusar Hammer de estupro e outras formas de abuso. Courtney, que namorou o ator em 2020, conta ao longo do documentário que chegou a ignorar sinais por gostar muito dele — e que, no começo, via as mordidas e marcas que ele deixava em seu corpo como forma de amor. Mas a situação atingiu níveis absurdos, chegando a ponto de o ator amarrá-la e deixá-la totalmente imobilizada em certa ocasião.

Surviving my birthright

A produção mostra também o depoimento de outra ex-namorada, a artista Julia Morrison. A primeira abordagem aconteceu pelo Instagram. Hammer enviou uma mensagem elogiando um ensaio fotográfico feito pela jovem — e não demorou muito para que as correspondências se tornassem bizarras. Prints de conversas entre Hammer e várias mulheres, expostos em 2021 por um perfil no Instagram, mostram uma natureza doentia e brutal — desde ele admitindo ser “100% canibal” até fantasias de sexo em público com estranhos, como prova de amor e devoção.

Continua após a publicidade

Além dos depoimentos e mensagens chocantes, as revelações de uma tia do ator expõem camadas mais profundas de sua personalidade. Voltando os olhares para os milionários de sua família, Casey Hammer fala sobre os escândalos envolvendo estupro e homicídio que perpassaram gerações, desde o tataravô de Armie, Julius, até seu pai, Michael. O caso do astro cancelado de Hollywood ainda corre na Justiça de Los Angeles, e ele alega inocência. O novo documentário mostra que não será fácil limpar sua barra.

Publicado em VEJA de 7 de setembro de 2022, edição nº 2805

CLIQUE NAS IMAGENS ABAIXO PARA COMPRAR

Armie Hammer Falls
Armie Hammer Falls
Surviving my birthright
Surviving my birthright

*A Editora Abril tem uma parceria com a Amazon, em que recebe uma porcentagem das vendas feitas por meio de seus sites. Isso não altera, de forma alguma, a avaliação realizada pela VEJA sobre os produtos ou serviços em questão, os quais os preços e estoque referem-se ao momento da publicação deste conteúdo.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.