Assine VEJA por R$2,00/semana
Sobre Palavras Por Sérgio Rodrigues Este blog tira dúvidas dos leitores sobre o português falado no Brasil. Atualizado de segunda a sexta, foge do ranço professoral e persegue o equilíbrio entre o tradicional e o novo.
Continua após publicidade

De onde saiu a expressão ‘fechar-se em copas’?

“Professor, ouço com frequência, especialmente em política, que fulano se recolheu em copas, beltrano vai se recolher em copas etc. Donde vem e o que significa a expressão? Por exemplo: ‘… com a renúncia, ele (o Papa Bento XVI) vai se recolher em copas’; ‘… para não ouvir provocações ou vaias, os governistas acharam por […]

Por Sérgio Rodrigues
Atualizado em 31 jul 2020, 02h29 - Publicado em 11 dez 2014, 14h06
  • Seguir materia Seguindo materia
  • copas

    Publicidade

    “Professor, ouço com frequência, especialmente em política, que fulano se recolheu em copas, beltrano vai se recolher em copas etc. Donde vem e o que significa a expressão?

    Publicidade

    Por exemplo:
    ‘… com a renúncia, ele (o Papa Bento XVI) vai se recolher em copas’;
    ‘… para não ouvir provocações ou vaias, os governistas acharam por bem se recolher em copas’;
    ‘Foi um recado para Lupi se recolher em copas?’.

    Abraço.” (Paulo Pinto)

    Continua após a publicidade

    A expressão tradicional – e bastante antiga – é “fechar-se em copas”, com esse “recolher-se em copas” citado por Paulo, de idêntico sentido, desempenhando papel de variante.

    Publicidade

    “Fechar-se em copas” é a locução que o Houaiss registra, com duas acepções: “tornar-se silencioso, calado” e “tornar-se aborrecido, zangado”. Esta última, ligada à ideia de ficar emburrado, e portanto amuado e silencioso, é menos usada.

    Gosto mais da definição oferecida pelo filólogo Antenor Nascentes em seu “Tesouro da Fraseologia Brasileira”: “Não dizer o que sente, ficar calado, abster-se, guardar segredo”. Basta acrescentar a noção de “sair estrategicamente de cena, retirar-se” para que a carga semântica da expressão fique redonda.

    Publicidade
    Continua após a publicidade

    A origem de “fechar-se em copas” comporta alguma controvérsia, mas provavelmente está num velho jogo de cartas. Segundo Nascentes, o famoso dicionarista português Francisco Júlio de Caldas Aulete a considerava uma expressão tirada do voltarete, jogo de baralho hoje caído em desuso, mas em voga no século XIX.

    A tese da expressão oriunda da mesa de jogo me soa mil vezes mais simpática do que sua alternativa, que o autor do “Tesouro…” expõe assim: “Há quem julgue corruptela de ‘meter-se nas encóspias’. Encóspias, peças com que os sapateiros alargam as botas quando lhes põem a sola, é palavra menos conhecida; daí a substituição”.

    Publicidade

    *

    Continua após a publicidade

    Envie sua dúvida sobre palavra, expressão, dito popular, gramática etc. Às segundas, quartas e quintas-feiras o colunista responde ao leitor na seção Consultório. E-mail: sobrepalavras@todoprosa.com.br (favor escrever “Consultório” no campo de assunto).

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade

    Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

    Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

    Domine o fato. Confie na fonte.

    10 grandes marcas em uma única assinatura digital

    MELHOR
    OFERTA

    Digital Completo
    Digital Completo

    Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

    a partir de R$ 2,00/semana*

    ou
    Impressa + Digital
    Impressa + Digital

    Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

    a partir de R$ 39,90/mês

    *Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
    *Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

    PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
    Fechar

    Não vá embora sem ler essa matéria!
    Assista um anúncio e leia grátis
    CLIQUE AQUI.