Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Reinaldo Azevedo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Blog
Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura
Continua após publicidade

Será que o ministro Teori foi vítima de um atentado?

Um conselho? Reflitam sempre com mais afinco sobre aquilo que lhes parecer mais óbvio. Nada trai a inteligência como tanta determinação como o... óbvio

Por Reinaldo Azevedo
Atualizado em 6 fev 2017, 16h40 - Publicado em 19 jan 2017, 23h35

Vamos lá. É claro que eu não pretendo aqui dar “a” resposta e contar toda “a” verdade. É preciso que se investiguem as causas do acidente. Tenho dois amigos que são pilotos. Dadas as informações de que já dispõem — e a categoria sempre sabe tudo antes dos seres mais terrenos… —, apostam em falha humana. Mas ninguém tem de se antecipar nessas coisas. Faltam dados. Sigamos.

O que é lamentável, chegando às raias do asqueroso, é a certeza dos idiotas de que tudo não passou de uma conspiração. A seriedade da afirmação se revela por um dado curioso: cada grupo escolhe o inimigo como o assassino.

A imprensa, mesmo a séria, acaba dando a sua contribuição involuntária para a cloaca do diabo em que se transformaram as redes sociais e alguns sites. Quando se faz um título na linha “Às vésperas de homologar delação da Odebrecht, Teori morre em acidente aéreo”, é evidente que se estabelece aí, queiram ou não, quando menos, uma correlação entre uma coisa e outra. No mínimo! De fato, o que se busca é acenar com uma relação de causa e efeito.

A exemplo de toda teoria conspiratória, esta também se alimenta da ausência de fatos — quando não se esborracha na lógica mais elementar.

As redes estão inundadas de acusações: Lula — sim, ele próprio — seria o responsável. Por quê? Ora, porque os que o acusam não gostam dele, certo? E, quando não se gosta de alguém, não é normal acusá-la de assassinato? Resposta: NÃO É NORMAL.

Mas vamos dar alguma corda aos malucos para ver se alcançam a lógica elementar: Lula não será julgado, na quase totalidade das imputações, pelo Supremo. A esmagadora maioria das decisões de Teori não lhe diziam respeito. Anda que as delações da Odebrecht venham a colocá-lo no centro de toda a lambança, seu destino será selado, num primeiro momento, por Sergio Moro. Depois pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região. Mesmo o tal inquérito-mãe, que está no Supremo, não dependia da arbitragem pessoal de Teori.

Continua após a publicidade

Só o diabo da literatura alemã tinha predileção por inteligentes. Nas demais culturas, o tinhoso tenta os cretinos e os toscos. Sim, meu caros! Celso Daniel foi sequestrado num 18 de janeiro. Seu corpo foi encontrado no dia 20. E a data provável da morte é… 19 de janeiro: faz hoje 15 anos que foi assassinado.

Aí o sujeito, com a rapidez de um raio, dispara: “Não falei?”.

Mas falou o quê, santo Deus!

Os petralhas
Os petralhas, claro!, têm outra leitura. Para eles, a delação da Odebrecht derrubaria, na verdade, o governo Temer. Como o Regimento Interno do Senado (leia post anterior) estabelece, em princípio, que o substituto de Teori assume a relatoria e como o futuro ministro será indicado pelo presidente e aprovado por um Senado com uma penca de investigados, então os gênios da raça já não duvidam: Teori foi morto numa tramoia palaciana.

É espantoso. Até porque entendo que não faltará juízo ao Supremo para, respeitando o Regimento — e isso é possível —, buscar uma solução que livre o indicado por Temer de ser o relator do petrolão.

Continua após a publicidade

Acaso
Não sei as razões da queda do avião. Ninguém sabe. É claro que não se pode descartar um atentando considerando quem estava na aeronave. Não descartar, investigar a fundo, ficar atento a todos os detalhes… Tudo isso é diferente de exercitar teorias conspiratórias.

Temos dificuldade de lidar com o acaso, com o erro, com as circunstâncias que fogem do nosso controle. Ora, vejam o caso das religiões. Só Deus é uma causa não causada. Todo o resto vem acompanhado de um motivo, tem um porquê, um propósito. Certo materialismo chucro pensa a mesma coisa: todo evento é motivado. E, bem, os paranoicos nunca duvidam de suas alucinações.

É claro que o avião caiu por algum motivo: falha humana, falha mecânica, as duas coisas… O que estou sustentando aqui é que, em princípio, não há nenhuma evidência — nem existiria razão para tanto — de que houve um autor que decidiu matar Teori.

Até porque não custa observar: Teori costumava ser técnico, frio, impessoal, sem dar muita bola para alaridos. Se querem saber, para os réus, esse é o melhor perfil.

De resto, era um homem discreto e certamente não saía anunciado por aí a sua agenda privada, a ponto de permitir que inimigos tramassem a sua morte.

Continua após a publicidade

Querem um conselho? Reflitam sempre com mais afinco sobre aquilo que lhes parecer mais óbvio. Nada trai a inteligência com tanta determinação como o… óbvio.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.