Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

O Blog dos Apoiadores de Delúbio…

Por Cátia Seabra, na Folha. Comento:A campanha de reintegração do ex-tesoureiro Delúbio Soares ao PT produziu mal-estar no partido ao expor, na internet, o nome de apoiadores da causa. No ar, um blog em favor da volta de Delúbio exibe uma galeria de fotos que inclui do senador Eduardo Suplicy (SP) ao ex-ministro e prefeito […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 17h43 - Publicado em 30 abr 2009, 05h49
Por Cátia Seabra, na Folha. Comento:
A campanha de reintegração do ex-tesoureiro Delúbio Soares ao PT produziu mal-estar no partido ao expor, na internet, o nome de apoiadores da causa. No ar, um blog em favor da volta de Delúbio exibe uma galeria de fotos que inclui do senador Eduardo Suplicy (SP) ao ex-ministro e prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho.
Consultados por Delúbio, eles teriam até se comprometido a apoiar a reintegração do ex-tesoureiro, expulso do PT em 2005 em meio ao escândalo do mensalão. Mas reclamam de sua exposição.
Até terça, as fotos eram acompanhadas pela inscrição “galeria de apoiadores”. Ontem, depois de o ex-tesoureiro ter sido procurado pela Folha, o título mudou para “companheiros petistas”.
“Não sei de campanha. Não estou participando disso. Nem participo mais do diretório”, reagiu a senadora Ideli Salvatti (SC).
Marinho informou, por intermédio de sua assessoria, não ter autorizado o uso de sua imagem, nem mesmo assinado qualquer documento em favor de Delúbio.
Procurados, o governador do Piauí, Welington Dias,o prefeito de Vitória (ES), João Coser, e o ex-governador do Acre Jorge Vianna não responderam se permitiram o uso de seus nomes.
O líder do PT na Câmara, Cândido Vaccarezza (SP), por sua vez, reiterou a disposição de votar em favor de Delúbio no Diretório. Segundo ele, “seus argumentos são convincentes”. Vaccarezza condena, no entanto, o lançamento de campanha.
“Sou contra campanha. Disse a Delúbio: só atrapalha”, afirmou.
Já o senador Eduardo Suplicy não só admite ter assinado um manifesto pela reintegração como concordado com o uso de sua imagem.
Ao receber Delúbio, Suplicy sugeriu, porém, que o partido registre doações e gastos na internet. “Disse a Delúbio que ninguém deve ser condenado para sempre.”
O deputado Vicente Paulo da Silva (PT-SP) defende Delúbio. “Ele não matou ninguém”, justificou Vicentinho.
Outro “apoiador” de Delúbio, o presidente do PT de São Paulo, José Américo, argumenta: “Podemos discutir a oportunidade da campanha. Mas Delúbio tem o direito de se defender”.
Assiante lê mais aqui

Comento
Nossa campanha “Volta, Delúbio, seu lugar é mesmo no PT” está dando resultado…

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês