Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Maria do Rosário quer tirar do ar um site de humor para continuar a ser uma piada que se leva a sério

A ministra Maria do Rosário, dos Direitos Humanos, quer agora censurar um blog de humor. Mais do que isso: ela quer tirá-lo do ar, sob o pretexto de que propaga notícias falsas. Ocorre que a graça da pagina está em, escancaradamente, fabricar falsas notícias, que, não obstante, podem não ser notícias falsas… Uma delas, como […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 05h10 - Publicado em 17 out 2013, 06h59

A ministra Maria do Rosário, dos Direitos Humanos, quer agora censurar um blog de humor. Mais do que isso: ela quer tirá-lo do ar, sob o pretexto de que propaga notícias falsas. Ocorre que a graça da pagina está em, escancaradamente, fabricar falsas notícias, que, não obstante, podem não ser notícias falsas… Uma delas, como disse aqui, dá conta de que há americanos tentando fugir para a Cuba. Nem Maria do Rosário, uma cubanófila, deve acreditar nisso, não é?

Recebo uma mensagem do autor da página. Ele se assina “Joselito Müller”, que é também o nome do blog. Disse já ter se oferecido para fornecer seus dados à ministra, poupando, assim, o trabalho da Polícia Federal. Joselito cita um episódio que define, como nenhum outro, quem é Maria do Rosário. Lembram-se daquela onda de boatos sobre o fim do Bolsa Família, que levou milhares de pessoas a agências da CEF para sacar o benefício? O que escreveu a ministra no Twitter? Isto:
Maria do Rosário twitter

Retomo
Deixo de lado a concordância analfabeta “Boatos deve ser…” Penso na irresponsabilidade de uma ministra de estado, que sai acusando a oposição sem se dar conta de duas questões essenciais:
1: uma autoridade de estado tem de ser responsável e não pode acusar antes que se faça a devida investigação;
2: o que a oposição ganharia com o episódio quando ficasse evidente que se tratava de uma mentira?

Bem, a investigação foi feita, e a Polícia Federal concluiu que a responsabilidade era da própria Caixa, que mudou, sem prévio aviso, a data de pagamento do benefício para uma parcela enorme de assistidos, gerando a confusão. A oposição, obviamente, não tinha nada com aquilo.

Ninguém foi punido.
Maria do Rosário não se desculpou.

Entendo. A ministra dos Direitos Humanos quer tirar do ar um site de humor para que ela continue a ser uma piada que se leva a sério. Espero que ela não queira me punir por eu propagar o que ela certamente considera uma “falsa notícia”, mas que posso assegurar ser a minha “opinião verdadeira”.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)