Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Reinaldo Azevedo

Por Blog Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura
Continua após publicidade

Dirceu, a Evita do PT

Há um blog aí que desponta para a obscuridade que mandou um “poema” para o site de José Dirceu chamado “Poema a um certo Comandante Daniel”. Vi porque um amigo, rindo até perder o fôlego, me recomendou. E foi me dando dicas.— Tem algum Merecedes Sosa aí?— Aquela com cara de buda dos Andes?— Essa!— […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 22h12 - Publicado em 31 ago 2007, 20h52
Há um blog aí que desponta para a obscuridade que mandou um “poema” para o site de José Dirceu chamado “Poema a um certo Comandante Daniel”. Vi porque um amigo, rindo até perder o fôlego, me recomendou. E foi me dando dicas.
— Tem algum Merecedes Sosa aí?
— Aquela com cara de buda dos Andes?
— Essa!
— Tá escondida em algum lugar. Guardei para dar aula de paleontologia para as minhas filhas.
— Então acha na Internet, põe pra tocar e lê o poema que mandaram pro Dirceu, que ele exibe cheio de orgulho no site dele.

Ainda cantarolei ao telefone:
— Jotiengotantuzermânus, quenoslospuedocontar…
Ao que ele respondeu
— Aicycycycy…

Segue, em vermelho, “O Poema a um certo comandante Daniel”, conforme está lá, acompanhado de uma mensagem de incentivo. Em prosa. Volto depois:

Será dificil de comprender
Que a pesar de estar hoy aquí
Soy del pueblo jamás lo podré olvidar.
Debéis creerme, mis lujos son solamente un disfraz
Un juego burgués, nada más.
Las reglas del ceremonial.
Tenía que aceptar, debí cambiar
Y dejar de vivir en lo gris
Siempre tras la ventana, sin lugar bajo el sol
Busqué ser libre, pero jamás dejaré de soñar
Y solo podré conseguir la fe que querrás compartir
Brasil [No llores por mí Argentina]
Mi alma está contigo
Mi vida entera te la dedico
Mas no te alejes, te necesito
Jamás poderes ambicioné
Mentiras dijeron de mí
Mi lugar vuestro es, por vosotros luché
Yo sólo quiero sentiros muy cerca, poder intentar
Abrir mi ventana y saber
Que nunca me vais a olvidar
Brasil [No llores por mí Argentina]
Brasil [No llores por mí Argentina]
Mi alma está contigo
Mi vida entera te la dedico
Mas no te alejes, te necesito
Qué mas podré decir
Para convencer los de mi verdad
Si aún quiere estudiar,
miran mis ojos y ved
Cómo lloram de amor
Brasil [No llores por mí Argentina.]

Homenagem (…) para o brasileiro José Dirceu, cabra marcado para morrer. Em toda a sua vida não fez outra coisa que amar a liberdade, lutar contra as desigualdades, colocar sua vida em jogo para defender os milhões de brasileiros anônimos que há séculos são usurpados pelos que agora querem vê-lo pisado, humilhado, morto a pauladas com uma ratazana prenha.
José Dirceu, você não está só.

Voltei
É. Dirceu não está só. Há mais 39 com ele. É bom o PAC acelerar a construção de presídios. Vai que todos sejam condenados.

Um esclarecimento para quem não sabe. Ele tem na sua história três nomes e duas caras. Dirceu é seu nome de batismo. Como Comandante Daniel, foi crismado na luta revolucionária. E também já foi o empresário — ou marido de empresária — do ramo de confecções Carlos Henrique Gouveia de Mello, quando viveu clandestino no Brasil. Tinha feito uma cirurgia plástica em Cuba para mudar de rosto. Consta que desfez depois.

Mas esperem. Estou confuso. Sim, agora eu me lembro. Essa é a versão em espanhol de Madonna para D’ont Cry for me Argentina, do musical Evita!!! Num delírio, fiquei imaginando o companheiro Daniel travestido de primeira-dama argentina ou com aquele olhar entre cínico e voluptuoso da moça de Like a Virgin. Nem pensar. Melhor ficar mesmo com a Buda dos Andes.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.