Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Reinaldo Azevedo

Por Blog
Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura
Continua após publicidade

Caça aos bandidos na Prefeitura, até agora, não atinge Kassab pessoalmente; operação de marketing de Haddad, no entanto, já transformou ex-prefeito em réu

Tudo indica que uma quadrilha da pesada agia dentro da Prefeitura de São Paulo. Os sinais de riqueza da turma são muito eloquentes. Parece haver poucas dúvidas a respeito. Não há sinais, ATÉ AGORA AO MENOS, de que a cúpula da gestão Gilberto Kassab, incluindo ele próprio, estivesse envolvida. Tanto é assim que Ronilson Bezerra […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 05h04 - Publicado em 31 out 2013, 17h03

Tudo indica que uma quadrilha da pesada agia dentro da Prefeitura de São Paulo. Os sinais de riqueza da turma são muito eloquentes. Parece haver poucas dúvidas a respeito. Não há sinais, ATÉ AGORA AO MENOS, de que a cúpula da gestão Gilberto Kassab, incluindo ele próprio, estivesse envolvida. Tanto é assim que Ronilson Bezerra Rodrigues, um dos presos, tinha sido indicado por Fernando Haddad para cuidar da parte financeira da SPTrans. É bom, no entanto, em casos assim, aguardar o andamento das investigações. O ponto neste texto é outro.

Gilberto Kassab, presidente do PSD, tornou-se um dos mais fiéis aliados do PT na esfera federal. O que Dilma pedir, ele faz. O que Dilma decidir está decidido. Lula também é seu interlocutor. Embora, em São Paulo, não exista a mesma harmonia, a proximidade é grande. O PT passou boa parte do tempo demonizando a gestão Kassab na cidade. A campanha eleitoral de 2012 foi organizada na base da desconstrução da sua adminsitração. Nada disso afastou o ex-prefeito de seus novos companheiros. Ao contrário até: o que se tem como certo é que Kassab é considerado peça estratégica para tentar desalojar o PSDB do governo de São Paulo.

Haddad, reitero, ganhou a eleição demonizando a gestão anterior, e os vereadores do PSD na cidade se bandearam para a base de apoio ao prefeito. Nada parece abalar o governismo de Kassab. Se há alguém que descobriu uma instância além do orgulho pessoal, esse alguém é o presidente do PSD.

A operação
Muito bem! Há roubalheira? Cana na tigrada! Lugar de bandido que rouba dinheiro público é a cadeia. Não parece que sobre muito espaço para especulações. O ponto é outro. Parece escancaradamente evidente que a operação coincide com o desgaste gerado pelo aumento do IPTU. O marketing petista atuou firmemente para caracterizá-la como uma espécie de razia na gestão Kassab. O próprio Haddad está a dizer por aí, como se fosse polícia, que há mais envolvidos.

De novo: havendo safadeza, a providência tem de ser tomada. Mas se pode fazer isso com ou sem viés político Haddad escolheu o primeiro caminho. Com as manifestações de junho, sua popularidade despencou, junto com a de outros políticos. Havia uma discreta recuperação. O aumento do IPTU se encarregou de inverter a curva. Nada melhor do que posar de moralizador e de caçador de bandidos, especialmente quando eles, de fato, existem.

Continua após a publicidade

Eu jamais pagaria o mico de dar lições de política a Kassab ou a quaisquer outros. Apenas constato que, por mais fiel que seja à turma, Kassab jamais será visto como “um deles”. É e sempre será só um aliado de ocasião. Se for preciso jogá-lo ao mar, eles jogam. Sem hesitação. Ainda mais no caso do IPTU. Sete dos oito vereadores do PSD votaram contra o aumento.

Deixem-me ver… A esta altura, Lula, Dilma, Rui Falcão e até o próprio Haddad  já devem ter telefonado para Kassab… “Ó, a gente não tem nada com isso; todos sabemos que você não tinha vínculo com os presos…” E, no entanto, é evidente que a operação o atinge em cheio e tira o foco do prefeito no momento em que o IPTU tem um aumento escorchante.

A investigação, até onde se sabe, não atinge Kassab pessoalmente; a operação de marketing, no entanto, deflagrada pelo PT já o transformou no principal réu. Coisa dos seus novos “companheiros”… 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.