Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Robson Bonin
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

STF manda Senado explicar mudanças que podem restringir Auxílio Brasil

Medida provisória que criou novo benefício ameaça criação de filas de brasileiros que ficarão sem receber a renda, dizem parlamentares

Por Laísa Dall'Agnol Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 14 dez 2021, 19h01 - Publicado em 14 dez 2021, 17h05

O ministro do STF Ricardo Lewandowski deu prazo de 48 horas para que o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), e o senador Roberto Rocha (PSDB-MA) deem explicações sobre a medida provisória que criou o Auxílio Brasil, programa que substituiu o antigo Bolsa Família.

A ação é resultado de mandado de segurança apresentado na última semana por parlamentares que alegavam que a redação final do texto aprovado permite a formação de filas dos beneficiários.

Isso, porque durante a tramitação que criou o novo benefício do governo, o senador Roberto Rocha — relator da proposta — inseriu emendas de redação na MP, condicionando o fim da fila de espera pelo Auxílio Brasil às “dotações orçamentárias disponíveis”.

“A partir da nova redação dada pelo Senado, haverá a possibilidade de criação de filas de beneficiários dos programas de transferência de renda, que poderão não receber os auxílios a que têm direito com fundamento na ausência de dotações orçamentárias”, manifestaram-se os parlamentares que ingressaram no STF.

Os autores do pedido são o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e os deputados federais Tabata Amaral (PSB-SP) e Felipe Rigoni (PSB-ES).

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.