Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Robson Bonin
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Relatório do governo dos EUA expõe brechas da pirataria no Brasil

País continua no "Watch List" das autoridades americanas

Por Gabriel Mascarenhas
Atualizado em 9 Maio 2017, 10h31 - Publicado em 9 Maio 2017, 10h31

Um relatório anual do governo americano reitera o que nove entre dez brasileiros já sabem: a rede de fiscalização à pirataria por aqui ainda é uma peneira.

Special Report 301, elaborado pelo departamento de comércio dos Estados Unidos, mantém o Brasil na “Watch List”, ou seja, na relação das nações que exigem atenção das autoridades americanas.

O trabalho põe o dedo na ferida de um problema histórico: a fragilidade da tríplice fronteira de Foz do Iguaçu, onde uma incontável quantidade de mercadorias entra e sai diariamente sem ser inspecionada.

Os americanos dizem reconhecer o esforço das nossas autoridades para combater a comercialização de produtos falsificados durante os Jogos Olímpicos do Rio.

Continua após a publicidade

Eles criticam, porém, a suposta perda de eficiência do Conselho Nacional de Combate à Pirataria (CNPC), ligado ao Ministério da Justiça. O colegiado, segundo o relatório, perdeu força de atuação no último ano.

Em relação à Anvisa, o governo americano aponta demora e falta de transparência nos processos de aprovação de medicamentos, embora elogie o acordo firmado com o Instituto Nacional de Propriedade Intelectual, responsável por agilizar a concessão de patentes de novos remédios no país.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.