Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Redução de verba para Censo é ‘pá de cal’ na vida do brasileiro, diz IAB

Abandono da pesquisa é ‘golpe mortal’, avaliam 55 entidades

Por Manoel Schlindwein 30 mar 2021, 16h42

Carta aberta assinada por 55 entidades ligadas às políticas públicas de planejamento urbano no país avaliam como inaceitável a descontinuidade de investimentos na realização do censo demográfico. “Observamos estarrecidas a redução dos recursos utilizados pelo IBGE no Censo decenal e consideramos que esta decisão equivocada, aprovada dia 26/03/2021, configura-se como uma pá de cal no planejamento, na implantação e no acompanhamento de políticas públicas que impactam a vida dos cidadãos brasileiros”, dizem.

O IBGE teve um corte de mais de 90% da verba para a execução do Censo 2021 após mudanças no Orçamento. Na sexta-feira, a presidente do órgão pediu demissão. Em março de 2020, o IBGE anunciou o adiamento do Censo para este ano por conta da pandemia. À época, o órgão decidiu suspender o concurso com mais de 200.000 vagas para recenseadores.

Segundo as entidades, o abandono do censo significa “um golpe mortal em um instrumento que garante à sociedade brasileira o conhecimento de seus reais problemas”. A carta afirma também: “É inaceitável que o Ministério da Economia corrobore com uma prática que apequena o planejamento governamental por absoluta falta de dados atualizados e consolidados”

O documento é assinado por diversas federações, associações, sindicatos e institutos de pesquisa de referência nacional, como o IAB (Instituto de Arquitetos do Brasil), a Federação Nacional dos Arquitetos Urbanistas, o Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU/BR), a Associação de Geógrafos do Brasil (AGB) e o Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas (Ibase). As entidades cobram do governo federal a retomada dos recursos para a realização do Censo 2021.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)