Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Passando a lista

Desgastado pela saída de partidos do bloco encabeçado pelo PMDB e pelos dois fracassos sucessivos em assegurar a presença maciça dos deputados de seu partido para votar vetos da presidente Dilma Rousseff, o líder do partido na Câmara, Leonardo Picciani (RJ), resolveu submeter à bancada uma lista de assinaturas para ser reconduzido ao cargo. O […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 00h21 - Publicado em 7 out 2015, 19h38
Desgastado, Picciani tenta prorrogar liderança

Desgastado, Picciani tenta prorrogar liderança

Desgastado pela saída de partidos do bloco encabeçado pelo PMDB e pelos dois fracassos sucessivos em assegurar a presença maciça dos deputados de seu partido para votar vetos da presidente Dilma Rousseff, o líder do partido na Câmara, Leonardo Picciani (RJ), resolveu submeter à bancada uma lista de assinaturas para ser reconduzido ao cargo.

O expediente era comum nunca época em que o PMDB vivia em pé de guerra pela liderança, mas caiu em desuso depois que o grupo do atual presidente da Casa, Eduardo Cunha (RJ), conseguiu unificar o PMDB.

Ao ressuscitar a lista, Picciani demonstra fragilidade justamente quando foi escolhido por Dilma como interlocutor privilegiado com a bancada.

Continua após a publicidade

Publicidade