Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Os bastidores da crise que colocou o chefe do MEC na mira do STF

Numa reunião com auxiliares da área jurídica, Milton Ribeiro reuniu argumentos para minimizar o áudio sobre partilha de dinheiro com pastores

Por Robson Bonin Atualizado em 23 mar 2022, 07h44 - Publicado em 23 mar 2022, 07h30

Milton Ribeiro suou frio nesta terça, diante da crise aberta no Ministério da Educação por causa do seu falatório num áudio com prefeitos. O ministro disse que privilegiava determinados pastores evangélicos na liberação de verbas da pasta a mando de de Jair Bolsonaro.

A revelação da fala levou a oposição a pedir que o STF investigue o balcão de negócios no MEC, onde pastores, e não os especialistas em políticas públicas, decidem para onde deve fluir o dinheiro público. Atacado até por evangélicos, o ministro se reuniu com auxiliares para avaliar friamente sua situação.

Numa reunião com auxiliares da área jurídica, reuniu argumentos para minimizar o áudio. Suas falas não revelariam crimes, na visão de assessores. Diante da constatação de que outros colegas de governo já haviam enfrentado tormentas maiores por causa da partilha de emendas com prefeitos, Ribeiro foi aconselhado, como mostrou o Radar, a resistir na pasta.

A ideia de Bolsonaro demitir um ministro por causa de suspeitas na administração de verbas públicas entre pastores evangélicos não caiu bem no Planalto. Ribeiro fica para que o caso não ganhe maiores proporções.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)