Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Radar

Por Gustavo Maia (interino) Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Maior bancada do Senado, PSD discutirá sucessão de Pacheco após eleições

Otto Alencar afirma que conversa vai depender do desempenho de cada partido na disputa por prefeituras, principalmente nas capitais

Por Nicholas Shores Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 12 jun 2024, 18h19 - Publicado em 12 jun 2024, 17h01

Líder da maior bancada do Senado, com 15 integrantes, Otto Alencar (BA), afirmou que só vai conversar com seus colegas sobre a sucessão na presidência da Casa depois das eleições municipais de outubro. 

Ele quer, inclusive, ouvir o atual presidente e correligionário Rodrigo Pacheco, cujo maior aliado é Davi Alcolumbre (União Brasil-AP), o único pré-candidato para a eleição ao comando do Senado até agora.

“Dentro do PSD o que não falta é nome”, disse o líder do partido. Eliziane Gama (MA) já se colocou como opção para a presidência da Casa, mas o próprio Otto Alencar não descarta disputar o cargo.

O senador baiano disse ao Radar que os rumos das conversas internas e entre bancadas sobre a sucessão no Senado em fevereiro de 2025 vão depender do desempenho de cada partido nas eleições deste ano, principalmente em capitais como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Salvador.

O resultado da disputa por prefeituras molda a perspectiva das legendas para as eleições gerais de 2026, quando serão disputadas duas vagas no Senado em cada estado e no Distrito Federal.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.