Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Robson Bonin
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Enfermeiros reagem à incitação de Bolsonaro sobre vídeos em hospitais

"É um ato descabido", reage diretor do Cofen; Bolsonaro estimulou seus apoiadores ontem a invadirem hospitais e filmarem leitos

Por Evandro Éboli Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
12 jun 2020, 16h43

O Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) classificou como “descabida” a incitação feita por Jair Bolsonaro a seus seguidores para que invadam hospitais públicos e de campanha e façam gravações em vídeo sobre a situação dos leitos. Se, de fato, estão ocupados por pacientes com a Covid-19.

“Arranja uma maneira de entrar e filmar. Muita gente tem feito isso, mas mais gente tem que fazer pra mostrar se os leitos estão ocupados ou não”, disse o presidente em sua live ontem.

Gilney Guerra, conselheiro do Cofen, classificou como “descabida” a incitação do presidente.

“Se, de fato, tem leito vazio, é um alívio. É sinal que a doença está sendo controlada. Mas a tendência é a doença se espalhar e o medo é que se repitam colapso como o que ocorreram em Manaus e como está acontecendo no Pará. É dramático assistir essas imagens de pacientes entubados num corredor”, disse Guerra.

“Agora, é descabida estimular as pessoas a entrarem em hospitais e fazerem vídeos. Até porque podem ser produzidos vídeos ilegais e clandestinos. É um estímulo a produção de fake news. Há meios legais para investigar se há desvios. Tem Ministério Público, tem a polícia. É descabido o presidente incentivar esse tipo de ato, que consideramos algo clandestino.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.