Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Artigo suicida de Cunha é uma versão moderada do texto original

Na 'Folha de S.Paulo' de hoje, ele faz acusações a Sérgio Moro

Por Gabriel Mascarenhas 9 fev 2017, 13h25

O artigo kamikaze de Eduardo Cunha, publicado na “Folha de S.Paulo” hoje, é uma versão moderada do texto inicial proposto pelo histórico ex-presidente da Câmara.

Antes de enviá-lo ao jornal, Cunha o apresentou a pessoas de sua confiança. Todas o aconselharam – e o convenceram – a baixar o tom. Mesmo assim, o resultado final deixa claro que o autor não resistiu e escreveu alguns trechos com o fígado, como tudo o que faz na vida.

Basta lembrar que acusa Sérgio Moro de agir por vingança. “Com este artigo que publico agora, sei que minha família e eu poderemos correr o risco de sermos ainda mais retaliados pelo juiz, mas não posso me calar diante do que acontece.

 

Continua após a publicidade

Publicidade