Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Me Engana que Eu Posto Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Coluna
A verdade por trás de manchetes falsas que se espalham pela internet. Editado por João Pedroso de Campos.
Continua após publicidade

Líder do PCC deu entrevista ‘assustadora’ a jornal?

Entrevista fictícia publicada por Arnaldo Jabor no jornal 'O Globo', em 2006, tem circulado como se fosse verdadeira no WhatsApp

Por João Pedroso de Campos Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 6 dez 2017, 20h32 - Publicado em 22 set 2017, 17h35

Nos últimos dias voltou a circular, sobretudo no WhatsApp, uma entrevista fictícia com um traficante publicada na coluna do cineasta e jornalista Arnaldo Jabor, no jornal O Globo, há mais de 11 anos.

A mensagem que se espalha pelo aplicativo de mensagens, no entanto, toma a entrevista como verdadeira e a atribui a Marcos Willians Herbas Camacho, o Marcola, líder do Primeiro Comando da Capital (PCC).

Leia abaixo um trecho da entrevista, classificada como “assustadora, mas imperdível” na mensagem:

(Reprodução/Reprodução)

O texto, tal qual veiculado no WhatsApp, foi, de fato, publicado por O Globo na coluna de Jabor, no dia 23 de maio de 2006, com o título “Estamos todos no inferno”, como se observa no acervo do jornal (veja abaixo). Naquele mês, diante da transferência de Marcola do presídio de Avaré para o de Presidente Venceslau, cadeia de segurança máxima, o PCC desencadeou uma onda de atentados a policiais, agentes penitenciários e delegacias de polícia, além de rebeliões em presídios paulistas.

Continua após a publicidade
(Reprodução/Reprodução)

A entrevista, contudo, é fictícia, e Arnaldo Jabor sequer cita o nome de Marcola. O “entrevistado” é um traficante do PCC que está preso. Na ocasião, quando o texto começou a circular como se verdadeiro fosse, Jabor esclareceu: “Eu escrevi nos jornais uma coluna em que inventei uma entrevista imaginária com um traficante preso do PCC. Na entrevista, o personagem de ficção critica o Brasil de hoje e denuncia os erros das polícias e da sociedade. É um texto do qual eu me orgulho. É legal o texto. E todo mundo gosta, mas não acreditam que fui eu que fiz. Acham que é real a lucidez do bandido”.

 

Agora você também pode colaborar com o Me engana que eu posto no combate às notícias mentirosas da internet. Recebeu alguma informação que suspeita – ou tem certeza – ser falsa? Envie para o blog via WhatsApp, no número (11) 9 9967-9374.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.