Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Maquiavel

Por José Benedito da Silva Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
A política e seus bastidores. Com Laísa Dall'Agnol, Victoria Bechara, Bruno Caniato, Valmar Hupsel Filho e Isabella Alonso Panho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Por que Lula resolveu transformar Campos Neto no novo inimigo número 1

Ataques escalaram a ponto de o presidente falar em rever a autonomia do Banco Central

Por Da Redação Atualizado em 8 fev 2023, 18h25 - Publicado em 8 fev 2023, 09h21

Os motivos dos frequentes ataques de Lula ao BC, comandado por Roberto Campos Neto, já foram interpretadas de diversas formas nos últimos dias. A pessoas próximas, o presidente tem justificado da seguinte forma a crescente artilharia: pressa. O petista voltou ao Palácio do Planalto convicto de que não pode perder 1 minuto sequer ao longo dos quatro anos de mandato (na verdade, agora são quatro anos menos um mês). Campos Neto virou o inimigo número 1 devido à percepção de Lula de que seu governo não terá sucesso com as taxas de juros em patamares altos e espera um BC mais alinhado ao pensamento de sua equipe econômica.

Por esses motivos, os ataques escalaram a ponto de Lula falar em rever a autonomia do banco e, nos bastidores, os petistas começarem a ameaçar um movimento de levar adiante um pedido de exoneração de Campos Neto alegando descumprimento das metas de inflação, algo difícil de acontecer na prática, devido ao desgaste de uma ação do tipo e da necessidade de aprovação do Senado. Se não bastasse, o presidente disse a pessoas próximas que se sentiu traído por Campos Neto, pois teria tentado abrir com ele um canal de diálogo, até ser surpreendido pelos duros recados emitidos pelo BC na recente ata do Copom.

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.