Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Maquiavel

Por José Benedito da Silva Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
A política e seus bastidores. Com Laísa Dall'Agnol, Victoria Bechara, Bruno Caniato, Valmar Hupsel Filho e Isabella Alonso Panho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

O embate da direita pela prefeitura da maior cidade do interior paulista

Prefeito Dário Saadi, aliado de Tarcísio, e deputado bolsonarista Rafa Zimbaldi lideram a corrida em levantamento Paraná Pesquisas

Por Da Redação Atualizado em 28 Maio 2024, 10h33 - Publicado em 28 Maio 2024, 10h17

A corrida eleitoral pela prefeitura de Campinas, maior cidade do interior de São Paulo, com 1,1 milhão de habitantes, é encabeçada atualmente por dois nomes ligados à direita brasileira. O atual prefeito, Dário Saadi (Republicanos), lidera a disputa com 37,3% das intenções de voto, seguido pelo deputado estadual Rafael Zimbaldi (Cidadania), com 24,1%, segundo levantamento do instituto Paraná Pesquisas divulgado nesta terça-feira, 28.

Aliado próximo do governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), Saadi tem no colega partidário seu principal cabo eleitoral na campanha pela reeleição em Campinas. O chefe do Executivo estadual desfruta de uma considerável popularidade no município, sendo aprovado por 64,3% dos eleitores, enquanto o prefeito é bem avaliado por 59,4% dos campinenses, de acordo com a mesma pesquisa.

Um dos carros-chefes da gestão Saadi é um programa de moradias populares que esteve no centro de um embate com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que fez duras críticas à precariedade das unidades habitacionais — durante um discurso no ano passado, o petista chegou a chamar as casas de 15 metros quadrados de “poleiros”. Em resposta, o prefeito disse estar “espantado com a agressividade do presidente”.

Zimbaldi, por sua vez, tem sua trajetória política fortemente alinhada ao ex-presidente Jair Bolsonaro. Eleito pela primeira vez à Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) em 2019 pelo PSB, o deputado migrou para o PL em 2020 e integrou o partido do ex-mandatário até 2022, quando mudou para o Cidadania e conquistou a reeleição — naquele ano, o parlamentar destoou da legenda, que endossou a campanha presidencial de Lula, e declarou apoio aberto a Bolsonaro ao Planalto e a Tarcísio ao Palácio dos Bandeirantes.

Continua após a publicidade

Esquerda fragmentada prejudica o PT

Os pré-candidatos à esquerda, por sua vez, ficam bastante atrás dos rivais de direita que lideram as intenções de voto. A aposta petista para a prefeitura de Campinas, Pedro Tourinho (PT), fica em terceiro lugar no levantamento, com 12,5% do apoio do eleitorado. Vereador do município paulista por dois mandatos, ele presidee atualmente a Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina no Trabalho (Fundacentro), vinculada ao Ministério do Trabalho.

Atrás de Tourinho vêm o vereador Paulo Gaspar (Novo), com 3,1%; a sindicalista Laura Leal (PSTU), com 2,9%; e o também sindicalista Edson Dorta (PCO), com 1,0%. Considerando a margem de erro de 3,5 pontos percentuais, os três ficam empatados em quarto lugar e perdem para as intenções de votos brancos e nulos, que somam 13,1% do eleitorado campinense.

O instituto Paraná Pesquisas entrevistou 800 eleitores de Campinas, na modalidade presencial, entre os dias 22 e 27 de maio de 2024. O grau de confiança do levantamento é de 95% e a margem de erro é estimada em 3,5 pontos percentuais para mais ou para menos.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.