Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Maquiavel Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por José Benedito da Silva
A política e seus bastidores. Com Laísa Dall'Agnol, Victoria Bechara, Bruno Caniato, Valmar Hupsel Filho, Isabella Alonso Panho e Adriana Ferraz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Michelle Bolsonaro puxa orelhas dos distraídos Alcolumbre e Mandetta

Presidente do Senado e ministro da Saúde estavam conversando enquanto a primeira-dama se dirigiu a eles no plenário do Senado, nesta quarta

Por Redação
Atualizado em 25 abr 2019, 10h11 - Publicado em 25 abr 2019, 09h37

A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, distribuiu dois puxões de orelha nos breves quatro minutos de um pronunciamento que fez nesta quarta-feira, 24, no plenário do Senado. Os alvos foram nada menos que o presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, que estavam distraídos quando Michelle se dirigiu a eles. A primeira-dama participou da sessão especial que oficializou a incorporação de um medicamento contra Atrofia Muscular Espinhal (AME), o Spinraza, à lista de distribuição do Sistema Único de Saúde (SUS).

Logo no início de sua fala, a mulher do presidente cumprimentou Alcolumbre, que conversava com colegas na mesa diretora do Senado e acabou sendo interpelado por Michelle. “Cumprimento a mesa, presidente do Senado Federal, excelentíssimo senhor Davi Alcolumbre… Senhor Davi, estou falando… Oi”, disse a primeira-dama, aos risos. “Desculpa tá, Excelência?”, completou, perguntando se poderia começar sua fala. “Claro”, respondeu o presidente do Senado.

Mais à frente, Michelle Bolsonaro se dirigiu a Mandetta para agradecê-lo, mas o ministro também conversava na mesa diretora e teve o nome chamado duas vezes pela primeira-dama, que manteve o bom humor. “Ministro da Saúde Mandetta… Ministro da Saúde Mandetta… Muito obrigada por ser tão solicito a nossas causas, obrigada por me ouvir e tentar solucionar o problema das nossas crianças com síndromes e doenças raras”, disse Michelle.

Em seu discurso, Luiz Henrique Mandetta amenizou, referindo-se à primeira-dama como “aquela que dá o tom, inspira e sinaliza, que traz para o governo o olhar ligado às pessoas que mais olham e necessitam”.

Continua após a publicidade

Confira abaixo o vídeo. O discurso de Michelle acontece a partir de 14 minutos e 35 segundos:

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.