Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Letra de Médico

Orientações médicas e textos de saúde assinados por profissionais de primeira linha do Brasil
Continua após publicidade

Mesmo pele sem manchas pode carregar mutações que causam câncer

Marcas visíveis da exposição solar não são os únicos sinais a indicar maior risco de câncer de pele, alerta estudo. Dermatologista comenta como se proteger

Por Paola Pomerantzeff*
Atualizado em 15 Maio 2024, 23h31 - Publicado em 30 jun 2023, 07h29

O câncer de pele responde por um terço de todos os diagnósticos de tumores no Brasil. Uma das maneiras de detectar precocemente uma lesão cutânea é por meio do autoexame, visualizando no espelho manchas e pintas. Mas pesquisadores da Universidade de Queensland, na Austrália, descobriram que mesmo a pele com poucas sardas ou marcas visíveis pode carregar mutações de DNA desencadeadas pelo sol que podem levar a um câncer.

Esse alerta importante reforça que medidas preventivas são absolutamente necessárias. Não se expor ao sol nos períodos em que a incidência da radiação ultravioleta é maior, ou seja, das 10 às 16h, além do uso diário do protetor solar são duas das principais.

O artigo, publicado na revista acadêmica Science, investigou a relação entre o número de mutações encontradas na pele de aparência normal (sem manchas) e o número de cânceres de pele anteriores de uma pessoa.

Os autores coletaram amostras dos antebraços de 37 pacientes com câncer de pele que eram frequentemente expostos ao sol. Eles tiveram uma média de quatro a cinco vezes mais mutações na pele de aparência normal em comparação com dados obtidos em estudos semelhantes em outros países.

+ LEIA TAMBÉM: Mitos e verdades sobre o peeling de fenol

Os níveis mais altos de mutação provavelmente se devem ao fato de a Austrália, o país que mais recebe radiação por metro quadrado, ter níveis duas a quatro vezes mais altos de luz ultravioleta do que o Reino Unido e a Europa. No entanto, é necessário pontuar que no Brasil os níveis de radiação também são altos em comparação à Europa. Então, esse alerta também serve para nós.

Pessoas com um único câncer de pele têm chance muito maior de desenvolver outros na mesma área do corpo no futuro, segundo o mesmo trabalho. Então o médico dermatologista deve ser consultado para orientar formas de minimizar tal risco.

Tratamentos a laser e a dermoabrasão podem ajudar a eliminar e limitar as mutações nas células da pele, mas, como essa não é uma abordagem aplicável e acessível a todos, e difíceis de se implementar em larga escala, o mais importante é apostar na prevenção.

O fotoprotetor solar deve ter FPS de no mínimo 30 e ser reaplicado ao longo do dia: após duas horas em exposição direta ao sol, e após quatro horas em ambientes fechados. Usar roupas com fator de proteção também é indicado. E a prevenção, lembramos, vale para o ano todo.

Continua após a publicidade

* Paola Pomerantzeff é dermatologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD)

Compartilhe essa matéria via:

 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.