Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês
José Casado Por José Casado Informação e análise

Parte do PT repudia aliança e vê Alckmin como “novo Temer”

Em manifesto, grupo petista descreve "o famigerado ex-governador Alckmin (SP)" como "candidato a ser um novo [Michel] Temer" na vice-presidência de Lula

Por José Casado Atualizado em 19 dez 2021, 05h27 - Publicado em 19 dez 2021, 10h00

Lula e Geraldo Alckmin têm encontro previsto para hoje, em São Paulo, num jantar promovido por advogados.

A torcida pela chapa Lula-Alckmin é grande no Partido dos Trabalhadores. No mundo ideal de parte da cúpula petista, ajudaria o trânsito de Lula “ao centro conservador” e ampliaria as chances de vitória no primeiro turno — algo sem precedentes no histórico do PT.

Mas não há consenso. Uma fração dos dirigentes do partido, por enquanto minoritária, resiste a toda a qualquer possibilidade de união com “forças da direita”, onde incluem o Partido Socialista Brasileiro (PSB).

O grupo Diálogo e Ação Petista, por exemplo, produziu um manifesto no qual descreve “o famigerado ex-governador Alckmin (SP)” como “candidato a ser um novo [Michel] Temer” na vice-presidência. Para eles, Temer e o MDB, assim como o PSB, e outros partidos “burgueses” conspiraram e executaram um golpe contra Dilma Rousseff, em 2016.

Numa recente reunião do PT, quando a discussão resvalou para o veto a Alckmin, um aliado de Lula propôs, ironicamente, uma chapa com Dilma na vice-presidência. A conversa foi encerrada e todos seguiram para os botequins vizinhos.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)