Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Imagem do Dia

A melhor cena das últimas 24 horas
Continua após publicidade

O que Simone Biles quer descobrir

A ginasta, ao ganhar o bronze na trave em Tóquio: “minha saúde importa mais do que qualquer medalha”

Por Fábio Altman Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 3 ago 2021, 15h29 - Publicado em 3 ago 2021, 15h26

O mundo parou para ver Simone Biles em cena. A ginasta americana, que fora heroica ao admitir fragilidades mentais que a impediram de competir em Tóquio, participaria enfim de uma das modalidades – a trave. Simone tinha abdicado de competir no individual geral, no salto, nas barras assimétricas e no solo. E enfim, eis a maior de todos os tempos, dona de quatro ouros, uma prata e um bronze no Rio, em 2016, de volta ao palco. E então, reafirme-se, o mundo parou. A atleta fez um salto apenas razoável, ficou com o bronze. Foi aplaudida efusivamente pelas colegas e pelas outras equipes no ginásio vazio de público. Terminava, ali, a saga inesquecível da americana no Japão.

Para sempre lembraremos da coragem de uma supercampeã para quem a vida vale mais do que a pressão de ser a melhor de todas. Eis o que ela disse, para a posteridade, multiplicando-se em uma, duas, três, quatro: “Eu não sei como eu estou me sentindo agora. Eu só preciso voltar para casa e trabalhar em mim mesma, me sentir ok com tudo o que está acontecendo, processar tudo enquanto estou aqui. Foi a parte mais difícil disso tudo. Eu estava ok por perder as finais porque sabia que, fisicamente, eu não poderia fazer isso. Mas eu precisava entender por que o meu corpo e minha mente não estavam em sincronia. O que aconteceu? Eu estava muito cansada? Por que os cabos não conectavam? Eu treinei a minha vida toda, eu estava pronta, mas algo aconteceu fora do meu controle. Mas, no fim das contas, a minha saúde importa mais do que qualquer medalha”.

 

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.