Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Sérgio Sá Leitão: Vamos reabrir o Museu do Ipiranga até setembro de 2022

Entre as prioridades do secretário de Cultura de São Paulo está ampliar a oferta de atividades e equipamentos ligados à área no interior do estado

Por Branca Nunes 12 mar 2019, 14h03

Quando saiu do Ministério da Cultura de Michel Temer para assumir a Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, em janeiro deste ano, a primeira atitude de Sérgio Sá Leitão foi acrescentar as palavras “e Economia Criativa” ao nome da pasta. “Esse campo da economia reúne um conjunto de atividades baseadas na imaginação e na criatividade”, explicou Leitão no programa Perguntar não Ofende, da rádio Jovem Pan. “Ele abrange desde as diversas formas de expressão artística, como o teatro e a dança, até atividades criativas como arquitetura, gastronomia e publicidade”.

Um exemplo que economia criativa, segundo Leitão, é o Carnaval. A expectativa para este ano é a de que a festa tenha movimentado mais de R$ 7 bilhões em todo o país com turismo, hospedagem, transporte, venda de CDs, camarotes, licenciamento de imagens, patrocínios etc.

Entre as prioridades de Leitão à frente da secretaria está ampliar a oferta de atividades e equipamentos culturais no interior do estado. “Para cada R$ 1 investido em programas e ações na capital, pelo menos R$ 1 será investido no interior”, garantiu. Outro objetivo é reabrir o Museu do Ipiranga até setembro de 2022. “Estamos na fase de captação de patrocínio e esperamos começar as obras agora em agosto”, disse Leitão. Se tudo correr de acordo com o cronograma, os brasileiros poderão comemorar os 200 anos da Independência com o museu de portas abertas.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)