Clique e assine com até 92% de desconto

Vulcão equatoriano libera material incandescente

Autoridades pediram para que população deixe região próxima ao Tungurahua

Por Da Redação Atualizado em 6 Maio 2016, 16h53 - Publicado em 29 nov 2011, 11h38

O vulcão Tungurahua, localizado próximo a Quito, capital do Equador, continua liberando material incandescente depois de ter entrado novamente em erupção no domingo. As autoridades pediram que a população deixe as zonas de alto risco.

Nos arredores do Tungurahua se encontram vários povoados, como o turístico Baños, cujos 15.000 habitantes foram evacuados à força em 1999, quando se iniciou a erupção, e só puderam voltar para casa um ano depois.

Em dezembro de 2010, as autoridades já haviam decretado um alerta ante uma reativação do Tungurahua (“Garganta de fogo” em quíchua).

Segundo o Instituto de Geofísica do Equador, desde domingo, colunas de cinzas estão criando nuvens de gás e rochas superquentes estão descendo a partir do topo do vulcão. Aos poucos, a lava também está se acumulando, afirma o Instituto.

TUNGURAHUA

[googlemaps http://maps.google.com.br/maps?q=TUNGURAHUA&hl=pt-BR&sll=-14.239424,-53.186502&sspn=53.291683,93.076172&vpsrc=6&hnear=Tungurahua&t=m&ie=UTF8&hq=&ll=-2.108899,-78.354492&spn=7.679474,9.338379&z=6&output=embed&w=100%&h=480%5D

O vulcão de 5.023 metros de altura está próximo a uma área pouco povoada, a 135 quilômetros da capital do Equador, Quito. Está ativo desde 1999.

Continua após a publicidade
Publicidade