Clique e assine a partir de 9,90/mês

O segredo para dormir bem? Dividir a cama com o animal de estimação

De acordo com estudo feito por cientistas americanos, a presença de gatos ou cachorros no quarto pode passar a sensação de segurança, satisfação e relaxamento, ajudando a combater a insônia

Por Da Redação - Atualizado em 6 Maio 2016, 16h00 - Publicado em 9 dez 2015, 16h52

Dividir a cama com animal de estimação pode ajudar pessoas que têm problemas para dormir a terem uma noite de sono melhor. De acordo com um novo estudo feito por cientistas da Clínica Mayo, nos Estados Unidos, uma das instituições médicas mais respeitadas do mundo, o companheirismo dos pets faz com que os indivíduos se sintam mais seguros, satisfeitos e relaxados durante a noite.

Leia também:

Seu gato não está nem aí para você, confirma estudo

O maior inimigo do seu inimigo é: seu cachorro

Continua após a publicidade

Apesar de alguns dos participantes do estudo relatarem que os animais perturbam sua noite, com a respiração ruidosa ou movimentos durante a noite, os benefícios da presença dos animais são maiores que os malefícios. Os pesquisadores entrevistaram 150 pessoas que frequentam o Centro do Sono da Clínica e, entre eles, 49% têm animais de estimação. Nesse grupo, 20% disseram que os animais interrompem seu sono, enquanto para 41%, os animais são uma vantagem e os ajudam a dormir melhor.

De acordo com os depoimentos, a simples presença do animal no quarto traz a sensação de segurança e conforto que ajuda a ter noites de sono mais tranquilas.

“Alguns pacientes deliberadamente adquiriam um gato ou cachorro para ajudá-los a relaxar. Pessoas que dormem sozinhas frequentemente mencionaram a companhia benéfica de um pet no quarto ou na cama”, afirmam os pesquisadores no estudo.

De acordo com os cientistas, o estudo pode orientar os médicos que pretendem ajudar seus pacientes a dormir melhor – perguntar sobre a presença dos animais nos quartos e sua influência nas noites de sono pode ajudar a combater problemas para dormir.

Continua após a publicidade

(Da redação)

Publicidade