Clique e assine com até 92% de desconto

Foguete russo tripulado chega com sucesso à ISS

Cosmonautas Alexey Ovchinin e Oleg Skripochka, da Roscosmos, e Jeff Williams, da Nasa, complementam a tripulação que está na Estação Espacial desde dezembro de 2015

Por Da Redação Atualizado em 6 Maio 2016, 15h58 - Publicado em 21 mar 2016, 11h02

O foguete russo Soyuz TMA-20M chegou com sucesso à Estação Espacial Americana (ISS, na sigla em inglês) no sábado, após ter sido lançado do cosmódromo – base de lançamento espacial – do Cazaquistão na última sexta-feira. Os cosmonautas Alexey Ovchinin e Oleg Skripochka, da Roscosmos (agência espacial russa), e Jeff Williams, da Nasa, complementam a tripulação que está no espaço desde dezembro de 2015, composta por Timothy Peake – primeiro britânico a viajar à ISS – o norte-americano Tim Kopra (comandante da expedição) e o russo Yuri Malenchenko.

Os tripulantes farão 250 pesquisas científicas durante os seis meses que ficarão a bordo da estação, priorizando temas como biologia, desenvolvimento da tecnologia e física. O lançamento de um foguete com suprimentos para reposição está agendado para ocorrer na próxima terça-feira, carregando cerca de três toneladas de alimento e combustível.

Leia também:

Nave tripulada Soyuz chega com sucesso à ISS

Nasa revela detalhes da colonização de Marte

A expedição também deverá receber o primeiro módulo de expansão de habitat, chamado Bigelow Expandable Activity Module (BEAM), para testar possíveis melhorias para os astronautas que vivem e trabalham em ambientes inóspitos como o espaço. Os astronautas não vão morar no módulo, mas durante um período mínimo de 2 anos de testes, a tripulação poderá entrar no ambiente periodicamente para análises de desempenho do habitat.

De acordo com a Nasa, Jeff Williams é o primeiro americano a se hospedar durante três longos períodos na ISS. Com a missão de seis meses, Williams terá ficado 534 dias no espaço, batendo o recorde de dias acumulativos de Scott Kelly, que ficou 520 dias em missões espaciais. O americano voltou em 1 de março da ISS, onde realizou uma operação de um ano à bordo da estação.

(Da redação)

Continua após a publicidade
Publicidade