Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Cientistas geram hidrogênio no tratamento do esgoto

Equipe de universidade mexicana aproveita atividade de bactérias para degradar a matéria orgânica e obter energia de maneira sustentável

Por Da Redação Atualizado em 6 Maio 2016, 17h08 - Publicado em 26 abr 2011, 16h03

Um grupo de pesquisadores da Universidade Nacional Autônoma do México (Unam) desenvolveu um método para gerar hidrogênio com ajuda de bactérias utilizadas no tratamento de esgoto. A tecnologia desenvolvida pela equipe de engenheiros, liderados pelo pesquisador Germán Buitrón, aproveita os subprodutos do processo de tratamento da água residual para obter energia de maneira sustentável.

No tratamento da água, as bactérias do gênero clostridium degradam a matéria orgânica e geram uma mistura de metano e dióxido de carbono, conhecida como biogás. Os cientistas conseguiram utilizar esse processo para também produzir hidrogênio. “O desafio é maximizar a geração de hidrogênio, porque as quantidades obtidas são baixas”, diz Buitrón.

Compensação – O hidrogênio é considerado o combustível do futuro: sua queima produz quase três vezes mais energia que a mesma quantidade de gasolina e tem a água como único subproduto. Para sustentar uma economia global, diz Buitrón, a matéria orgânica procedente do esgoto pode não ser suficiente. Mas, acredita, o novo método pode ajudar a compensar substancialmente os custos do tratamento de esgoto, especialmente daquele com altas concentrações de matéria orgânica.

Publicidade