Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Temer confirma que viajou com a família em avião de dono da JBS

Antes, Planalto havia negado viagem a Comandatuba (BA) em 2011, quando peemedebista era vice-presidente; informação foi dada por Joesley Batista ao MPF

Por Da Redação
Atualizado em 4 jun 2024, 21h59 - Publicado em 7 jun 2017, 14h36

O presidente Michel Temer (PMDB) e a primeira-dama, Marcela Temer, viajaram para Comandatuba, local turístico na Bahia, utilizando um avião particular do empresário Joesley Batista, dono da JBS, e autor de delações que comprometeram o peemedebista e o levaram a ser investigado pela Polícia Federal, em inquérito que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF).

A admissão da viagem foi feita nesta quarta-feira pelo Palácio do Planalto, que, em nota oficial, disse que Temer usou uma “aeronave particular” para a viagem com sua família, em janeiro de 2011, ainda como vice-presidente, mas que não pagou por ela nem sabia a quem pertencia. O voo está no diário de bordo do avião particular de Joesley entregue pelo empresário ao Ministério Público Federal para confirmar a relação próxima que tinha com o presidente.

“O então vice-presidente Michel Temer utilizou aeronave particular no dia 12 de janeiro de 2011 para levar sua família de São Paulo a Comandatuba, deslocando-se em seguida a Brasília, onde manteve agenda normal no gabinete. A família retornou a São Paulo no dia 14, usando o mesmo meio de transporte. O vice-presidente não sabia a quem pertencia a aeronave e não fez pagamento pelo serviço” diz a nota.

Na noite de terça-feira, quando foram publicadas as primeiras informações de que o presidente e sua família teriam viajado a Comandatuba no avião particular de Joesley, o Planalto, então, negou que Temer tivesse sequer ido ao local turístico naquele mês. Em nota, o Planalto informou que “o então vice-presidente Michel Temer não foi a Comandatuba em janeiro de 2011”. Teria ido apenas em abril, para um evento do grupo Lide [então liderado pelo empresário João Doria, hoje prefeito de São Paulo], usando um avião da FAB (Força Aérea Brasileira). Em janeiro, informou o Planalto, Temer teria ido apenas a Porto Alegre, também em um voo da FAB.

Continua após a publicidade

No diário de bordo está descrita uma viagem de São Paulo a Comandatuba em 12 de janeiro daquele ano, em que os passageiros aparecem como “família Sr. Michel Temer”. Dois dias depois, o avião buscou a família do presidente em um resort em Comandatuba e a deixou no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo.

(Com Reuters)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.