Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Sudão bombardeia acampamento no Sudão do Sul: 12 mortos

Por Mustafa Ozer 10 nov 2011, 15h02

Doze pessoas morreram e mais de 20 ficaram feridas, esta quinta-feira, em um ataque aéreo do exército sudanês contra um acampamento de refugiados no Sudão do Sul, denunciaram autoridades deste país.

“Por volta das 14H45 (09H45 de Brasília), o exército sudanês atacou a cidade de Yida, onde estão refugiados nuba, pessoas deslocadas de Jau (fronteiriça com o Sudão), assim como civis”, denunciou Miabek Lang, autoridade local.

Segundo ele, 12 pessoas morreram e mais de 20 ficaram feridos.

Horas antes do bombardeio, o presidente do Sudão do Sul, Salva Kiir, condenou um ataque praticado na terça-feira, que deixou 7 mortos na mesma região e acusou Cartum de estar procurando guerra.

Um porta-voz do exército sudanês desmentiu qualquer ataque.

“Não bombardeamos nenhum acampamento, nem região nas fronteiras do Sudão do Sul. O que acontece no Sudão do Sul é coisa dos sulistas, nós não temos nada a ver (com o que acontece) ali”, declarou.

Continua após a publicidade
Publicidade