Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Seca atinge mais de 620.000 pessoas no RS

Governo decretou situação de emergência coletiva nesta segunda-feira. Prejuízo nas lavouras do estado é estimado em 2 bilhões de reais

Por Da Redação 10 jan 2012, 09h49

Mais de 620.000 pessoas foram afetadas pela estiagem que atinge o Rio Grande do Sul desde o fim do ano passado, segundo dados da Defesa Civil estadual divulgados nesta terça-feira. Por causa da seca, 142 municípios decretaram situação de emergência.

A estiagem provocou um prejuízo nas lavouras de milho, soja e feijão de cerca de 2 bilhões de reais, segundo estimativa do secretário de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo, Ivar Pavan. O número não inclui os prejuízos no leite e hortifrutigranjeiros.

Nesta segunda-feira, o governo do Rio Grande do Sul decretou situação de emergência coletiva em todo o estado. O coordenador da Defesa Civil, major Ari Ferreira, explica que essa decisão tem o objetivo de agilizar o processo de renegociação das dívidas com os bancos dos agricultores que perderam suas lavouras e também a liberação de verbas federais.

“O decreto estadual contempla todos os municípios que encaminharam o alerta de emergência”, afirma o major. Os bancos exigem a apresentação de um documento do município onde está localizada a plantação para o agricultor acessar o seguro ou negociar a dívida. Segundo o major Ferreira, as áreas mais afetadas pela falta de chuva são Botucaraí, Planalto, Produção e Alto Jacuí.

Seca – A estiagem no Rio Grande do Sul é provocada pela interrupção do canal de umidade vindo da Amazônia – que ficou parado na Região Sudeste e gerou as fortes chuvas na região – e pelo fenômeno La Niña, que esfria a água no Oceano Pacífico, diminuindo a evaporação da água e aumentando a seca.

Chuvas – Enquanto isso, em Sapucaia, interior do Rio de Janeiro, onze pessoas morreram depois de um deslizamento de terra provocado pelas fortes chuvas que atingem a região. Em Minas Gerais, 116 municípios decretaram estado de emergência em consequência das tempestades que caem sobre o estado desde outubro do ano passado. No total, 167 cidades foram atingidas pelos temporais, afetando 2.251.574 pessoas.

(Com Agência Estado)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)