Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

São Paulo tem o menor número de homicídios desde 1965

Entre janeiro e junho, 470 assassinatos foram registrados na capital paulista

Por Da Redação 26 jul 2011, 08h37

No primeiro semestre deste ano, a cidade de São Paulo registrou 8,3 homicídios por 100 mil habitantes. É a menor taxa desde 1965, quando o índice foi idêntico. De acordo com os dados divulgados pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) nesta segunda-feira, entre janeiro e junho foram contabilizados 470 assassinatos na capital ─ 28% a menos do que no primeiro semestre do ano passado.

No período, zero assassinatos ocorreram em seis distritos da cidade: Vila Carrão, Parque da Mooca e Alto da Mooca, na Zona Leste; Limão, na Zona Norte; Campo Grande, na Zona Sul; e Cambuci, no centro. A periferia da Zona Sul, contudo, continua instalada no topo do ranking da violência: o Parque Santo Antônio teve 28 homicídios, Campo Limpo e Capão Redondo, 23 e 18, respectivamente.

No estado, houve queda de 12,2% no número de homicídios ─ foram 9,6 casos por 100 mil habitantes. A média no Brasil é de 25 assassinatos para cada 100 mil habitantes. A despeito do quadro, os casos de latrocínio (roubos seguidos morte) cresceram 12% na capital – 46 ocorrências no primeiro semestre. No estado, o crescimento foi de 20% (161 casos).

(Com Agência Estado)

Continua após a publicidade

Publicidade